Vice-líder do governo Bolsonaro tem R$ 30 mil apreendidos pela PF

Os agentes da Polícia Federal encontraram parte do dinheiro escondido na cueca do senador
Os agentes da Polícia Federal encontraram parte do dinheiro escondido na cueca do senador
PorMarcos Henderson15/10/2020 09h48

O vice-líder do governo Bolsonaro no Senado, Chico Rodrigues, teve R$ 30 mil apreendidos pela Polícia Federal (PF) em operação deflagrada na última quarta-feira (14), com objetivo de investigar desvios em aplicação de recursos de combate ao coronavírus. Os agentes foram até a residência de Rodrigues em Roraima, onde chegaram a encontrar parte do dinheiro dentro da cueca do senador, entre suas nádegas. 

Após a repercussão da notícia, Bolsonaro tomou a decisão de afastar Chico Rodrigues, pedindo providências imediatas ao líder do governo no Senado, Fernando Bezerra, para que o grupo de vice-líderes seja imediatamente trocado. Segundo informações do blog de Valdo Cruz, um assessor presidencial teria informado que o presidente agiu reagiu irritado à notícia. “Mandou afastar o senador, ele não pode ficar. O ideal é que ele se antecipe e deixe o posto. Mas, se isso não acontecer, ele vai ser simplesmente afastado do grupo", disse a fonte anônima. 

Bolsonaro tomou providências para afastar Rodrigues imediatamente
Bolsonaro tomou providências para afastar Rodrigues imediatamente
Bolsonaro tomou providências para afastar Rodrigues imediatamente

O envolvimento de Chico Rodrigues na operação da PF é exposta pouco tempo após Bolsonaro justificar o fim da Lava Jato com a suposta ausência de corrupção no Brasil. O presidente, inclusive, tenta a todo custo reverter sua imagem dentro e fora do país em meio aos subsequentes erros de administração que precisam ser redirecionados e corrigidos pelas demais esferas de poder, ainda a passos curtos, enquanto as acusações de improbidade administrativa se dissipam através das ações constantes da Advocacia-Geral da União (AGU). 

A operação que apreendeu R$ 30 mil na casa de Chico Rodrigues foi autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso. O vice-líder do governo é membro da Comissão Mista do Congresso Nacional, e acompanha diretamente a execução de recursos relacionados à pandemia e ao combate à Covid-19. 

Na manhã desta quinta-feira, Bolsonaro disse a repórteres em frente ao Palácio da Alvorada que não há qualquer ligação entre ele e a operação. "Vamos deixar bem claro, essa operação da Polícia Federal de ontem, como metade das operações, foi em conjunto com Controladoria-Geral da União. Ou seja, nós estamos combatendo a corrupção. Não interessa quem seja a pessoa suspeita”, disse o presidente. 

6
Gostei
Haha
Triste
Detestei
Amei
Aff
Gostei
Comentar

+Bolsonaro

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson