Diário 24 Horas

Eleições 2020: Confira os prefeitos vitoriosos nas principais cidades

Ao todo, 57 cidades tiveram segundo turno nas eleições para prefeito.
Ao todo, 57 cidades tiveram segundo turno nas eleições para prefeito.
PorBruna Pinheiro

As Eleições 2020 estão na fase final após o término das votações de segundo turno em todo o país, respeitando as diferenças de fusos em parte da região norte. Ao todo, 57 cidades tiveram segundo turno, levando seus cidadãos às urnas em meio à pandemia do novo coronavírus.

Diferentemente do primeiro turno, o aplicativo do Tribunal Superior Eleitoral, o e-Título, se apresentou mais estável para as justificativas de ausência. Entretanto, somente os eleitores que já haviam feito o cadastro no primeiro turno conseguiram realizar a justificativa pelo APP, que está bloqueado para novas emissões de título digital até essa segunda-feira (30). A partir de amanhã os eleitores que não puderam votar poderão emitir o documento online e realizar a justificativa, que deve ser feita em até 60 dias.

As capitais com os principais colégios eleitorais do país, como Rio de Janeiro e São Paulo, também elegeram hoje os seus prefeitos após intensas campanhas. Em São Paulo, o eleito foi Bruno Covas (PMDB), com 59,38%, derrotando Guilherme Boulos (PSOL) que teve 40,62% dos votos válidos; Já no Rio, Eduardo Paes foi o eleito com 64,07% dos votos, contra Crivella (REPUBLICANOS) que levou 39,93% dos votos; em Porto Alegre, o eleito foi Sebastião Melo (MDB), com 54,63% dos votos; e em Belém, Edmilson Rodrigues (PSOL) venceu a eleição com 51,76% contra Delegado Eguchi (PATRIOTA) que teve 48,24% dos votos.

Nos 57 municípios, 17 registraram uma "virada" na urna, sendo três capitais: em Cuiabá (MT) venceu Emanuel Pinheiro com 30,65% dos votos no primeiro turno e 51,15% no segundo; Maceió (AL) o eleito foi JHC, que teve 28,56% dos votos no primeiro turno e 58,64% no segundo; e Manaus (AM), que terá como prefeito David Almeida com 22,36% dos votos no primeiro turno e 51,27% no segundo.

+Eleições

Sobre o autorBruna Pinheiro
Internacionalista. Escrevo hoje sobre política, economia, filmes e séries. Adoro viajar e comer (não necessariamente nessa ordem). Segue lá @bpinheiro1