Diário 24 Horas

Gal Gadot comenta a possibilidade de um terceiro filme de Mulher-Maravilha

A atriz disse que não há nada planejado, mas que um terceiro filme seria uma ótima forma de encerrar a franquia
A atriz disse que não há nada planejado, mas que um terceiro filme seria uma ótima forma de encerrar a franquia
PorMarcos Henderson

Após uma longa espera, Mulher-Maravilha 1984 está finalmente chegando a público, no próximo dia 25 de dezembro nos Estados Unidos, e 24 de dezembro para os brasileiros. Em uma entrevista ao podcast da Variety e iHeart, “The Big Ticket”, a estrela do longa, Gal Gadot, comentou sobre a tortuosa estrada para que o filme fosse lançado e comentou a possibilidade de um terceiro título da franquia. 

“O fato de que vamos compartilhar o filme com todos durante as férias é a melhor sensação”, disse a atriz, que declara total motivação para filmar Mulher-Maravilha 3, apesar de insistir que não há nenhum plano oficial para isso. "Nunca se sabe. Eu adoraria fazer outro se a história for ótima e com Patty [Jenkins], é claro. Mas eu não sei. Teremos que esperar para ver.” Gadot diz que um terceiro filme seria um "belo encerramento".

Outro título DC bastante aguardado pelos fãs é a versão de Zack Snyder de "Liga da Justiça", programada para ser lançada como uma série de quatro partes no HBO Max, em março, seguida por uma versão longa-metragem. “Estou muito feliz por ele ter tido a oportunidade de mostrar sua própria versão do filme”, comentou Gadot. “Estou muito animada e mal posso esperar para assistir.” 

O podcast, comandado por Marc Malkin, também contou com a participação de Renée Zellweger, que falou sobre sua indicação ao Grammy pelo brilhante trabalho desempenhado no filme "Judy", concorrendo na categoria de melhor álbum pop vocal tradicional. Com bom humor, ela revelou que sequer sabia que era elegível à premiação. “Não estava no radar para mim”, diz Zellweger. Quando os nomeados estavam sendo anunciados, ela estava enviando uma mensagem de texto para um amigo sobre um incêndio em uma floresta que ela pôde ver de sua casa em Los Angeles.

“Eu estava observando a fumaça crescer na crista, e ela mudou de branco para um carvão para um preto muito escuro”, diz Zellweger. “E começou a se expandir. Então, eu estava tentando descobrir o que iria embalar primeiro, depois de colocar os cães em segurança na van.”

Em seguida, outro amigo mandou uma mensagem para ela com as notícias do Grammy. “Eu ri e não tinha certeza se eles estavam me provocando ou algo assim”, revela a atriz, que ganhou seu segundo Oscar pela interpretação de Garland. “Mas depois disso eu li e vi que eles não estavam brincando. E então a equipe que combate os incêndios dos helicópteros cessou tudo em uns 10 minutos.”

+Filme

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson