Diário 24 Horas

Prefeitura de Manaus não libera escolas para realização do Enem 2020

A capital enviou os motivos para o Ministério Público e também sugere o adiamento da prova
A capital enviou os motivos para o Ministério Público e também sugere o adiamento da prova
PorMarcos Henderson

As escolas municipais de Manaus não serão liberadas para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), cuja primeira prova impressa está programada para ser aplicada no próximo domingo (17), seguida pela prova no domingo seguinte (24). A decisão da prefeitura da cidade chega pouco após a decisão judicial que negou o adiamento do Enem 2020, fornecendo aos municípios a autonomia para tomar a decisão final sobre a aplicação. 

Manaus está sofrendo com escassez de leitos nos hospitais em meio ao novo surto de Covid-19, motivo pelo qual a Secretaria Municipal de Educação (Semed) enviou um ofício ao Ministério Público Federal (MPF-AM), também sugerindo o adiamento da prova. Janeiro se tornou o mês com o maior número de novas internações pelo novo coronavírus em unidades de saúde de Manaus. Foram 2.221 internações de 1º a 12 de janeiro, contra 2.128 registrados em abril do ano passado. 

Com o impedimento da abertura das escolas municipais para a realização do Enem, a Prefeitura almeja evitar aglomerações nas unidades de ensino e, consequentemente, reduzir as chances de contágio da Covid-19. “É uma temeridade, sobretudo nesse momento. Hoje é dia 13. A prova será daqui a quatro dias e sabemos que a situação de Manaus em relação a pandemia não vai acalmar até lá. Abrir as escolas para o Enem representa aglomeração na frente e no interior delas. Enviamos as nossas razões ao Ministério Público e também sugerimos que o Enem seja adiado”, informa o documento emitido nesta quarta-feira (13). 

Na noite da última terça-feira (12), o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) expôs a preocupação com a permanência do exame no próximo domingo. "Apesar dos jovens terem menor risco de desenvolver formas graves e tampouco estar prevista a vacinação da população com menos de 18 anos, o aumento da circulação do vírus nesta população pode ocasionar um aumento da transmissão nos grupos mais vulneráveis", diz a carta direcionada ao ministro da Educação, Milton Ribeiro. 

+Enem

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson