Diário 24 Horas

Pledis Entertainment refuta alegações de bullying contra Mingyu da SEVENTEEN

Pledis diz que as acusações são “completamente falsas e sem fundamento”.
Pledis diz que as acusações são “completamente falsas e sem fundamento”.
PorBruna Pinheiro

Nos últimos dias, a empresa sul-coreana Pledis Entertainment recebeu uma série de críticas na internet alegando que alguns de seus idols eram reconhecidamente praticantes de bullying durante o período escolar. A Pledis Entertainment refutou todas as alegações de que Kim Mingyu, do grupo SEVENTEEN, era um valentão no ensino médio.

Os rumores começaram no dia 22 de fevereiro, quando uma postagem online alegou que Kim fazia parte de um “grupo de delinquentes” durante seu tempo na Burim Middle School. Em sua postagem, o autor anônimo alegou que o grupo havia exercido alguma violência leve, como empurrões, embora tenha notado que Kim havia apenas “assistido” enquanto tais situações ocorriam.

O autor do pôster original também afirmou que, depois que Kim passou no teste da Pledis Entertainment, ele supostamente roubou dinheiro do acusador e o usou para pagar o transporte para o treinamento. A postagem, que foi excluída três horas depois e também mostrava uma imagem de um anuário do ensino médio como prova. 

No entanto, Pledis declarou desde então que essas acusações são “completamente falsas e não têm base” depois de falar com Kim. “Não entendemos por que alguém está fazendo essas afirmações”, disse um porta-voz da empresa. Apesar disso, a Pledis anunciou que Mingyu interromperia as atividades enquanto a agência investigava as postagens com mais detalhes.

Neste domingo (21) a empresa publicou que averiguou todas as informações com o jovem que acusou Mingyu e demais envolvidos, e que autor da postagem entrou em contato com a agência para informar que não daria mais continuidade ao assunto. Sendo assim, decidiram encerrar o incidente sem tomar nenhuma medida.

Boa parte dos fãs do grupo aprovaram a medida, já que a empresa se mostrou cautelosa com ambas as partes envolvidas sem prejudicar a carreira do idol, nem expor a possível vítima.

Comentários

O que você achou?
2GosteiGostei
0HahaHaha
0TristeTriste
0DetesteiDetestei
0AmeiAmei
0AffAff
Sobre o autorBruna Pinheiro
Internacionalista. Escrevo hoje sobre política, economia, filmes e séries. Adoro viajar e comer (não necessariamente nessa ordem). Segue lá @bpinheiro1