Diário 24 Horas

Demi Lovato encena sua própria overdose no clipe de 'Dancing With The Devil'; Assista

A cantora descreve o clipe como uma catarse definitiva para os eventos angustiantes que mudaram sua vida em 2018
A cantora descreve o clipe como uma catarse definitiva para os eventos angustiantes que mudaram sua vida em 2018
PorMarcos Henderson

Demi Lovato lançou o aguardado clipe de "Dancing With the Devil", apresentando uma recriação angustiante dos eventos de sua overdose em 2018. A faixa-título de seu último álbum abre com as falas "É apenas um pouco de vinho tinto / Eu vou ficar bem" e o videoclipe se inicia com a cantora em processo de recuperação em uma cama de hospital, com tubos filtrando o sangue de seu pescoço e maquiagem borrada no rosto. 

A cobertura jornalística de sua hospitalização é reproduzida antes de o vídeo passar para o segundo verso da música e retrata a agressão sexual de Lovato pelo traficante que forneceu as drogas responsáveis por sua overdose. O assistente de Lovato, Jordan Jackson, também é retratado no vídeo como o homem que achou Lovato em estado crítico e pediu ajuda, da mesma forma que a estrela descreveu em seu novo documentário no YouTube, com o mesmo nome do single. 

Lovato co-dirigiu o videoclipe de "Dancing With the Devil" junto com Michael D. Ratner, o diretor de seu documentário. A ideia de recriar a noite de sua overdose no clipe foi totalmente da cantora, que define o projeto como uma catarse definitiva e uma peça de arte que acompanha o documentário.

Demi Lovato falou recentemente sobre o processo de gravação de uma música que investiga seus vícios do passado. "Às vezes, ser descritivo pode ser desencadeante, mas essa é a triste verdade de como pode ficar escuro", disse ela. "Isso é importante para dar às pessoas também", disse a cantora em entrevista à revista Entertainment Weekly. 

Assista ao novo clipe de Demi Lovato, "Dancing With the Devil":

Comentários

O que você achou?
1GosteiGostei
0HahaHaha
0TristeTriste
0DetesteiDetestei
0AmeiAmei
0AffAff
Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson