Diário 24 Horas

'Sombra e Ossos' estreia na Netflix com 92% de aprovação no Rotten Tomatoes

A nova série da Netflix coleciona várias críticas positivas e surpreende os fãs pela qualidade visual e narrativa
A nova série da Netflix coleciona várias críticas positivas e surpreende os fãs pela qualidade visual e narrativa
PorMarcos Henderson

As séries de fantasia da Netflix ainda se dividem entre a aclamação e a decepção, mas desde quando foi anunciada, "Sombra e Ossos" rendeu muitas expectativas entre os fãs da franquia literária, e nesta sexta-feira (23), a série finalmente estreou no catálogo da rede de streaming, garantindo várias críticas positivas em portais especializados ao redor do mundo, o que possibilitou uma aprovação de 92% no Rotten Tomatoes, com base em 38 análises nesta manhã. 

Uma adaptação dos romances best-seller de Leigh Bardugo, "Sombra e Ossos" ("Shadow and Bone" no título original em inglês") se passa em um mundo dilacerado pela guerra, que foi dividido em dois por um vale de escuridão conhecido como The Fold, com apenas uma jovem chamada Alina capaz de salvá-lo. Estrelada por Jessie Mei Lei e Ben Barnes, a série ganhou comparações inevitáveis ​​com Game of Thrones e The Witcher, embora a opinião geral dos críticos até o momento destaque uma qualidade inegável da nova produção, capaz de ofuscar concorrentes de peso.

"Mesmo a mais fraca dessas histórias pinta o mundo de Shadow and Bone como rico em tradição e história, auxiliado em grande parte por trajes atipicamente notáveis", disse Liam Nolan, da CBR. 

Liz Shannon Miller, do Collider, disse que este é "um show lindamente feito, com o melhor toque visual além dos efeitos e os figurinos desenhados por Wendy Partridge, que se apoia fortemente nas influências russas para fazer este mundo parecer distinto e especial de outros contos de fantasia."

Já Lucy Mangan, conhecida por disparar notas baixas para quase todas as produções "mainstream" no The Guardian, considerou a série mediana, porém satisfatória. A série oferece "coisas perfeitamente competentes e agradáveis. Mas, como The Witcher e os outros contendores pela coroa dos tronos que existiram desde então, ela não pode, seja por restrições meramente orçamentárias ou mais criativas, construir algo sobre o que aconteceu antes. Nós ainda jantamos com mingau ralo", disse Mangan, que está dificultando cada vez mais o entendimento de suas críticas. 

"Sombra e Ossos" já está disponível na Netflix. 

Comentários

O que você achou?
2GosteiGostei
0HahaHaha
0TristeTriste
0DetesteiDetestei
0AmeiAmei
0AffAff
Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson