Danilo Avelar, do Corinthians, pede desculpas após frase racista em jogo online

O jogador pediu desculpas ao Corinthians e aos seguidores, 'sobretudo com a comunidade afrodescendente'
O jogador pediu desculpas ao Corinthians e aos seguidores, 'sobretudo com a comunidade afrodescendente'
Marcos Henderson
PorMarcos Henderson

O jogador Danilo Avelar, do Corinthians, decidiu se posicionar sobre uma frase racista que ele teria dito durante uma partida online de "Counter-Strike: Global Offensive" na noite da última terça-feira (22). Em publicação nas redes sociais, ele admitiu que cometeu um ato racista e pediu desculpas pelo comportamento. 

"Fala, galera. Venho aqui falar para vocês sobre a injúria de conotação racial que tem rolado pelas redes sociais atrelada ao meu nome. Antes de mais nada, quero admitir o meu erro. O que eu escrevi durante a partida não condiz com o que penso e o que vou ensinar a meu filho", confessou o zagueiro, que havia trancado os perfis na web ao perceber que o caso havia tomado grandes proporções. 

Antes de seu depoimento, por exemplo, o Corinthians emitiu uma breve nota informando que estava apurando o caso para se posicionar futuramente. Danilo também foi banido da Coliseum, plataforma privada de gerenciamento de partidas, junto com o outro jogador que teria o ofendido em primeiro lugar. 

"Todos sabem que eu jogo CS:GO e, em uma das partidas, fui ofendido por um jogador estrangeiro na minha condição de brasileiro. Perdi a cabeça, mas, infelizmente piorei a situação: cometi o grave erro de escrever a um adversário uma frase de conotação racista", justificou o zagueiro, que se diz muito envergonhado, além de reforçar que a sociedade deve abolir qualquer forma de racismo. 

Além de se desculpar com seguidores, "sobretudo com a comunidade afrodescendente", como disse em sua nota de esclarecimento, Danilo Avelar também pediu perdão diretamente ao Corinthians, "uma instituição que desde sempre prega e luta pela igualdade, com a Fiel torcida e com meus companheiros de equipe."

Em publicação no Twitter, o Corinthians afirmou que publicaria uma retratação "tão logo seja possível", e está recebendo diversos comentários com conselhos sobre qual medida tomar: "o mínimo que a torcida espera é a rescisão, o mínimo", diz um internauta. "É isso, ele já admitiu, agora façam a coisa certa, se vocês passarem a mão na cabeça de racista estarão indo contra a nossa própria história!!! Rescisão é o mínimo!", sugeriu outra torcedora. 

Comentários

O que você achou?
0GosteiGostei
0HahaHaha
0TristeTriste
1DetesteiDetestei
0AmeiAmei
0AffAff