Zé do Caixão ganha versão em inglês com Elijah Wood na produção

A SpectreVision, empresa fundada por Elijah Wood, irá produzir um filme 'mainstream' baseado no icônico personagem brasileiro
A SpectreVision, empresa fundada por Elijah Wood, irá produzir um filme 'mainstream' baseado no icônico personagem brasileiro
Marcos Henderson
PorMarcos Henderson

Zé do Caixão, o icônico personagem de terror criado por José Mojica Marins, ganhará uma versão estrangeira em um filme produzido pela SpectreVision, empresa fundada por Elijah Wood, e dirigido por Daniel Noah e Josh C. Waller. 

Inicialmente criado como antagonista do filme "À Meia-Noite Levarei Sua Alma" (1964), Zé do Caixão se tornou um personagem corriqueiro em outras histórias brasileiras, aparecendo em nove filmes e três séries de televisão, além de músicas, videoclipes e histórias em quadrinhos. 

A empresa do Reino Unido "One Eyed Films", que detém os direitos da biblioteca do personagem, assinou o contrato com a SpectreVision para a nova produção baseada no Zé do Caixão, desta vez em língua inglesa. De acordo com um comunicado emitido pela empresa britânica, o longa-metragem oferecerá “uma versão mais mainstream, acessível e atualizada... fiel ao público dedicado de Zé do Caixão, mas apresentando o personagem para novos públicos mais amplos”.

“Zé do Caixão é um bicho-papão icônico e indelével que merece ser reimaginado para nossa cultura contemporânea”, disse Noah. “Estamos ansiosos para criar um novo recurso que capture a arte sombria da criação singular de Marins para o nosso mundo moderno”, completou o diretor do filme. 

Além do filme em inglês, a One Eyed também está preparando uma história em espanhol para o Zé do Caixão, com roteiro dos mexicanos Lex Ortega e Adrian Garcia Bogliano, e direção de Ortega. 

“Faz sentido criar novas histórias tanto nos EUA - onde os filmes do Zé do Caixão cativaram toda uma geração de dedicados fãs de terror desde os anos 1970, quando o personagem foi batizado com seu nome inglês 'Coffin Joe' - quanto no México, onde analogias culturais podem ser extraídas do cenário original do personagem, criando uma nova abordagem com novas possibilidades para o personagem”, disse Betina Goldman, da One Eyed Films.

Marins morreu em fevereiro de 2020, aos 83 anos. A One Eyed Films apresenta uma versão restaurada de seu filme "A Praga" na próxima sexta-feira (15) no evento Sitges Fantastic Film Festival. O filme foi rodado em 1980 e considerado perdido por várias décadas, antes de sua recente digitalização 4k. 

Comentários

O que você achou?