Quem era Halyna Hutchins, cineasta morta por Alec Baldwin nos EUA

A cineasta ucraniana que morreu aos 42 anos se descrevia nas redes sociais como uma 'sonhadora inquieta'
A cineasta ucraniana que morreu aos 42 anos se descrevia nas redes sociais como uma 'sonhadora inquieta'
Marcos Henderson
PorMarcos Henderson

A indústria cinematográfica amanheceu em choque absoluto nesta sexta-feira (22) com a notícia de que a cineasta Halyna Hutchins foi morta no set do filme "Rust" depois que o ator Alec Baldwin supostamente disparou uma arma cenográfica por acidente. Aos 42 anos, Hutchins assina uma carreira bem sucedida de participações em grandes produções do cinema e ganha homenagens dolorosas de familiares, amigos e admiradores nas redes sociais. 

Nascida na Ucrânia, Hutchins morou em Los Angeles e se formou no American Film Institute em 2015. Ela foi creditada com o envolvimento na produção de 49 títulos de filmes, programas para a TV e vídeos variados durante sua carreira, de acordo com o IMDb.

Ela trabalhou em filmes como "Archenemy" (2020), estrelado por Joe Manganiello, e foi considerada uma estrela em ascensão pela revista American Cinematographer em 2019. Em seu próprio site, a biografia de Hutchins informa que ela foi criada em uma base militar soviética no Círculo Polar Ártico e inicialmente estudou jornalismo, graduando-se em jornalismo internacional na Universidade Nacional de Kiev, antes de trabalhar em produções documentais em toda a Europa e mudar de vez para o cinema.

Em seu perfil do Instagram, ela se descreveu como uma "Sonhadora inquieta. Viciada em adrenalina. Cinematógrafa" e compartilhou algumas fotos do set de "Rust". Seu último post, na quarta-feira (20), mostrava um vídeo dela cavalgando pelo Novo México. 

A trágica notícia mobilizou profissionais do cinema no mundo inteiro em uma corrente de homenagens direcionadas a Halyna Hutchins, incluindo o diretor de cinema James Cullen Bressack, o diretor de "Archenemy", Adam Egypt Mortimer, Conservatório AFI, escola de cinema que faz parte do American Film Institute, entre outros perfis nas redes sociais. 

"Estou tão triste por perder Halyna. E tão furioso que isso pudesse acontecer em um set. Ela era um talento brilhante que estava absolutamente comprometido com a arte e com o cinema", disse Adam Egypt Mortimer em uma publicação emocionada no Twitter.

O diretor Joel Souza também ficou ferido no incidente e foi transportado para o Centro Médico Regional Christus São Vicente. Baldwin foi fotografado em um estado nitidamente perturbado após descobrir que o disparo resultou na morte da diretora de fotografia de "Rust".