'Eternos' estreia com apenas 53% de aprovação no Rotten Tomatoes

O filme dirigido por Chloé Zhao divide opiniões pelo ritmo e pelo alto número de personagens complexos
O filme dirigido por Chloé Zhao divide opiniões pelo ritmo e pelo alto número de personagens complexos
Marcos Henderson
PorMarcos Henderson

Aguardadíssimo por público e crítica, o novo filme da Marvel Studios, "Eternos", aposta em uma visão diferenciada das produções de heróis, com Chloé Zhao carregando nas costas a dura missão de dirigir um elenco gigantesco e multimilionário após ter faturado o Oscar de Melhor Filme e Melhor Direção por "Nomadland". Para o bem ou para o mal, "Eternos" estreou com apenas 53% de aprovação no Rotten Tomatoes, reunindo quase 200 análises distintas até o fechamento desta matéria. 

Os comentários são variados, mas em grande maioria, os avaliadores consideram o filme ambicioso demais para o ritmo indie que levou Zhao para o cobiçado prêmio principal do Oscar. Entupido de personagens que sequer foram apresentados anteriormente no Universo Cinematográfico Marvel (MCU), a diretora pode ter tido dificuldades para lidar com o extenso e enigmático mundo das HQs. 

"Existem alguns toques agradáveis ​​e uma nova diversidade atraente levemente desgastada, mas este é um filme fraco e incerto", disse Peter Bradshaw, do The Guardian. Michael Phillips, do Chicago Tribune, afirmou que o filme "é mais sujeito a riscos do que a maioria dos títulos da Marvel. No entanto, frustra, mesmo além de um roteiro cheio de interesses conflitantes. E no que diz respeito à fadiga do MCU - bem, neste ponto, ele vai muito longe."

Glen Weldon, da NPR, foi mais ameno, afirmando que "o filme vai contra as reclamações usuais feitas por aqueles que nutrem um desdém performativo pela produção cinematográfica da Marvel", enquanto Mick LaSalle, da San Francisco Chronicle, que atribuiu ao filme a menor nota possível, disse que "é necessário um tipo especial de anti-magia do filme para tornar todo um público indiferente ao potencial de destruição do planeta e à eliminação de toda a vida na Terra."

"Eternos" já está disponível nos cinemas.