Morre William Lucking, ator de Sons of Anarchy, aos 80 anos

O intérprete de Piermont “Piney” Winston em Sons of Anarchy morreu em sua própria casa, em Las Vegas, EUA
O intérprete de Piermont “Piney” Winston em Sons of Anarchy morreu em sua própria casa, em Las Vegas, EUA
Marcos Henderson
PorMarcos Henderson

William Lucking, o ator que deu vida a Piermont “Piney” Winston em 35 episódios da série "Sons of Anarchy", morreu aos 80 anos. Apesar da notícia vir a público na última quinta-feira (4) através da imprensa internacional, a morte aconteceu no dia 18 de outubro, em Las Vegas, nos EUA, de acordo com o obituário escrito por sua esposa Sigrid Insull Lucking. 

“Embora William muitas vezes representasse homens durões e durões, em sua vida real ele era um homem elegante com um intelecto brilhante que adorava discutir sobre política e assuntos atuais, discutir filosofia e física e afirmar opiniões precisas sobre arte e poesia”, diz o obituário publicado no Facebook pelo amigo de Lucking, o ator Stephen Macht.

Alguns dos papéis mais notáveis ​​de Lucking incluem o coronel do exército Lynch na série "Esquadrão Classe A", de 1983 a 1984, além de Bajoran Furel em três episódios de "Jornada nas Estrelas: A Nova Missão", de 1995 a 1997. Ele também é conhecido por sua interpretação de um valentão ao lado de Faye Dunaway e George C. Scott no filme de faroeste "Oklahoma Crude" (1976), bem como aparições nos filmes "A Fúria dos Sete Homens" (1972), “The Crazy World of Julius Vrooder” (1974), “A Vingança de um Homem Chamado Cavalo” (1976), “O Rio Selvagem” (1994), “Erin Brockovich - Uma Mulher de Talento” (2000), “Bem-Vindo à Selva” (2003), “Desafiando os Limites” (2005) e “Contrabando” (2012).

Lucking nasceu em Michigan em 1941 e se mudou para a Califórnia com sua família no início dos anos 1950. Depois de se formar em literatura pela UCLA, ele completou seus estudos avançados em artes teatrais no Pasadena Playhouse. Lucking deixa sua esposa e suas filhas, Marjet Lucking e Juliana Ryan.