Diário 24 Horas

De Action Figures a Próteses: A importância da impressora 3D

ONGs optam por impressoras 3D para baratear o custo com próteses.

De Action Figures à próteses, as impressoras 3D têm se tornado cada vez mais úteis no dia a dia. Fonte: Reprodução/YouTube
De Action Figures à próteses, as impressoras 3D têm se tornado cada vez mais úteis no dia a dia. Fonte: Reprodução/YouTube
Samuel Zadoque
PorSamuel Zadoque

O uso da impressora 3D para fabricação de Action Figures está ficando cada vez mais comum, sobretudo pela possibilidade de lucro com as peças e a gradativa movimentação do mercado. Além disso, a tecnologia também se tornou eficiente em outros ramos, incluindo a fabricação de próteses sob medida para pessoas com deficiência locomotora. 

Criada em 1984 por Chuck Hull, e comercializada por S. Scott Crump em 1989 a impressora 3D é uma tecnologia de fabricação que usa várias camadas de material. Neste funcionamento, um modelo tridimensional é criado, não necessitando de moldes e permitindo produzir formas que seriam inviáveis em outros métodos de produção, tornando-se um método necessário em alguns ramos do comércio.

Por serem muito mais baratas, pela rápida fabricação e por serem totalmente personalizáveis, as próteses feitas por impressão 3D são uma alternativa mais viável do que as próteses comuns. Para efeito de análise, enquanto uma prótese normal custa a partir de R$ 4.000, uma prótese feita por impressão 3D pode custar aproximadamente R$ 1.500, abrindo espaço para que os setores menos favorecidos da população cheguem mais próximo da oportunidade de adquirir próteses de qualidade. 

Prótese feita sob medida para paciente. Fonte: Reprodução/YouTube
Prótese feita sob medida para paciente. Fonte: Reprodução/YouTube
Prótese feita sob medida para paciente. Fonte: Reprodução/YouTube

Quanto à durabilidade, as próteses feitas a partir de impressão 3D não são tão duráveis quanto se gostaria, porém devemos pensar sempre no custo x benefício, pois, como citado acima, uma prótese feita por uma impressora custa menos que a metade de uma prótese “comum”.

Uma curiosidade sobre a impressão 3D é o fato de que, a cada dia, a tecnologia se torna mais sustentável, afinal algumas empresas estão optando por escolher materiais recicláveis e ecológicos, utilizando principalmente a água e celulose em escala de reaproveitamento da matéria-prima. 

E quanto custa uma impressora 3D? Consultando alguns sites, o valor mínimo é de R$1.378,00 para os modelos domésticos mais simples, chegando à faixa de R$40.000 para modelos mais robustos encontrados facilmente nas lojas. E o que diferencia o preço entre uma impressora e outra? Geralmente o preço é atribuído à qualidade das imagens imprimidas e/ou à quantidade de filamentos que as impressoras utilizam.

ComentáriosO que você achou?
Tecnologia
Últimas