Ministro afirma que censura ao Porta dos Fundos será derrubada

Ministro afirma que censura ao Porta dos Fundos será derrubada
PorKelly Lima08/01/2020 22h06

A decisão do desembargador Benedicto Abicair, da 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, de retirar o ‘Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo’ do ar surpreendeu muita gente. Entre estes está o ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal, que viu a ação como extrema, caracterizando-a como censura. Segundo o mesmo, a ordem judicial não deve permanecer em vigor por muito tempo.

De acordo com o ministro, a retirada do programa do catálogo da Netflix, proibindo sua exibição, não possui amparo na Constituição brasileira e por esse motivo será derrubada pelos tribunais superiores. “É uma barbaridade. Os ares democráticos não admitem a censura”, afirmou. A decisão do desembargador foi favorável a um pedido feito pela Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura, uma entidade conservadora católica. Ele justificou afirmando que a liminar seria adequada e benéfica para “a comunidade cristã” e “a sociedade brasileira”, com o intuito de “acalmar os ânimos” das partes ofendidas.

O especial de Natal causou polêmica por trazer uma versão homossexual de Jesus Cristo e insinuar um triangulo amoroso entre Maria, José e Deus. A revolta não se limitou a comunidade cristã brasileira. O vice-premiê polonês, Jaroslaw Gowin, não se conteve e utilizou as redes sociais para solicitar a retirada do programa do ar. Ele encaminhou uma mensagem através do Twitter ao CEO da Netflix. “Exigimos que a Netfliz remova o filme blasfemo de sua plataforma”, escreveu.

De acordo com uma petição contra os comediantes compartilhada por Gowin, as produções de Nata do Porta dos Fundos só servem para “atacar os cristãs e o cristianismo”. O vice-premiê não poupou críticas e insistiu na ideia de blasfêmia e ataque direto as religiões de origem cristã. Essa novela aida vai render muita confusão. Vamos aguardar os próximos capítulo para ver qual lado vai prevalecer.

Comentários

Sobre o autorKelly Lima
Web designer por curiosidade, Desenhista por amor, Gestora de RH por teimosia, acadêmica de Geografia por sorte e redatora nas horas vagas. Twiiter: Kelly Nivelly (@KNivelly)