Com nova formação, Vanguart inicia série de show

Formação do Vanguart com Hélio Flanders, Fernanda Kostchak e Reginaldo Lincoln
Formação do Vanguart com Hélio Flanders, Fernanda Kostchak e Reginaldo Lincoln
Por Bruna Pinheiro

A banda original de Cuiabá, Vanguart, está organizando a agenda para 2020 com vários shows e um formato diferente dos últimos anos. Para este ano, além da banda completar a maioridade com 18 anos de estrada, novos ares devem embalar seu som com a nova (ou não tão nova assim) formação de integrantes da banda.

O Vanguart surfou a onda das bandas indies-folk brasileiras da década passada, com companheiros como Mallu Magalhães, Ludov, Gram, Los Hermanos, entre outros grandes nomes que surgiram mais ou menos naquele período de boom de bandas lançadas pela MTV Brasil. Naquela época, mesmo que ninguém soubesse o que era Vanguart, já tinha escutado aquela música sobre "só acreditar no semáforo" dos três jovens rapazes, Hélio Flanders, Reginaldo Lincoln e David Dafré, que comandavam a banda.

Após alguns anos de estrada, um CD nas costas (o álbum “Vanguart”), EP’s e uma vontade de experimentar novos sons, a influência de Bob Dylan e o uso de violino nas canções, falou alto e fez com que lançassem o álbum “Boa Parte de Mim Vai Embora” (2011), onde conheceram a última e mais recente integrante da banda, Fernanda Kostchak. A parceria foi um sucesso e extremamente duradoura, trazendo o violino de Fernanda para todos os trabalhos seguintes:  “Muito Mais Que o Amor” (2013), “Beijo Estanho” (2017) e “Vanguart Sings Bob Dylan” (2019).

Mas, após este período de intenso autoconhecimento, desafios, parcerias, projetos solos e em conjunto, criação de músicas e CDs que simplesmente tinham desejo de tocar e cantar, a banda se modificou. O guitarrista David Dafré mudou-se para o Canadá e estava desfalcando a banda em alguns shows no ano passado, quando, na virada para o ano novo, comunicou aos amigos e fãs que estava se afastando por tempo indeterminado. Todavia, afastamento de Dafré reenergizou a banda de uma maneira muito significativa. Antes mesmo de seu comunicado oficial, a banda já estava se apresentando com apenas três integrantes e compôs novas canções. O entrosamento entre os três restantes é nítido, e transmitido através de carinho e contato com o público.

Obviamente o desfalque é sentido pelos fãs e membros da banda, que possuem uma baita banda de apoio para preencher o vazio do seu guitarrista multi-instrumentista, mas a nova roupagem de Vanguart também é bem-vinda pelos mais críticos à mudanças e pela agenda que a cada dia é preenchida por um novo palco em uma nova cidade.

Para os que desejam começar 2020 vendo este novo, porém não muito, Vanguart, o primeiro show do ano será no SESC 24 de Maio nos dias 30 e 31 de janeiro. A agenda também já está confirmada para: 14/02 - Rio de Janeiro (Teatro Rival); 16/02 - São José dos Campos (Teatro Univap); 15/03 - São Paulo (Casa Natura).

Confira a nova música do Vanguart, “Sente”:

Participe
5
0
0