Javier Bardem diz que alegações contra Johnny Depp são "mentiras e manipulações"

Em uma declaração judicial, Bardem afirma que Depp está 'preso nas mentiras e manipulações de seres tóxicos'
Em uma declaração judicial, Bardem afirma que Depp está 'preso nas mentiras e manipulações de seres tóxicos'
PorCarol Souza26/03/2020 15h36

Javier Bardem assinou uma declaração judicial defendendo Johnny Depp e sugerindo que as alegações de abuso de Amber Heard são "mentiras e manipulações".

A declaração, obtida pela The Blast, foi registrada no registro oficial do processo de difamação de 50 milhões de dólares por Depp contra sua ex-esposa. Depp processou Heard depois que ela publicou um artigo no Washington Post acusando um ex-parceiro não identificado de violência doméstica. Após essas alegações, Depp perdeu o papel de Capitão Jack Sparrow na franquia de "Piratas do Caribe".

Bardem já atuou ao lado de Depp duas vezes, no filme de 2000 "Before Night Falls" e também em "Piratas do Caribe de 2017: Dead Men Tell No Tales".

Ele começou sua declaração admitindo francamente que "Eu amo Johnny. Ele sempre foi um verdadeiro cavalheiro e um amigo extremamente generoso e atencioso com minha família e comigo".

A maior parte da declaração atesta o caráter de Depp, observando sua "atitude respeitosa em relação a todos os membros da equipe" e como ele sempre "escutou qualquer pessoa que precisasse de sua ajuda". Somente no final Bardem dá um tiro velado em Heard, com uma referência a certos "seres tóxicos".

"Eu amo Johnny porque ele é um bom ser humano, preso nas mentiras e manipulações de seres tóxicos e ainda sorrindo e amando todos nós, apesar disso. Através de sua música, através de sua atuação, através de seu silêncio. Isso significa muito. Obrigado Johnny. Milhões de pessoas como eu te amam profundamente".

Enquanto o processo de difamação está sendo discutido em tribunal real, Depp e Heard têm apresentado seus casos simultaneamente no tribunal da opinião pública. Além do artigo anterior, Heard gravou Depp em segredo durante o casamento. Ela então vazou o vídeo dele em estado de raiva e / ou intoxicação, batendo as portas dos armários da cozinha.

Desde então, a equipe de Depp compartilhou gravações em áudio de Amber Heard, nas quais ela admitiu ter atingido Depp, e disse: "Não posso prometer que não voltarei a tornar físico. Deus, eu fico tão brava às vezes que simplesmente me perco". Essa gravação, apesar de muito editada, parecia sugerir que Heard iniciou toda a violência em seu casamento.

Agora, a equipe de Depp aumentou o vazamento para um rio que flui. No início deste mês, uma declaração de Winona Ryder vazou, na qual ela chamou as alegações de "impossíveis de acreditar". A esposa de Bardem, Penélope Cruz, também afirmou que Depp "é sempre gentil com todos ao redor. Ele é uma das pessoas mais generosas que conheço".

Sentimentos nobres, com certeza, mas nos perguntamos se todos os amigos de Depp teriam concordado em assinar declarações nos tribunais se soubessem que seriam citados mais tarde no The Blast. O processo está agendado para julgamento na Virgínia ainda este ano.

Depp atualmente estrela a franquia "Animais Fantásticos e Onde Habitam". J.K. Rowling defendeu seu elenco, sugerindo que os fãs preocupados não sabiam a história toda. As filmagens do terceiro filme foram adiadas durante a pandemia do COVID-19. Javier Bardem estrelará "Dune" de Denis Villlenueve, e Amber Heard foi escalada recentemente para "The Stand", de Stephen King.

+Javier Bardem

Sobre o autorCarol Souza
Amante do cinema, dos livros e apaixonadíssima pelo bom e velho rock n'roll. Amo escrever e escrevo sobre o que amo. Ativista da causa feminista e bebedora de café profissional. Instagram: @barbooosa.carol