Diário 24 Horas

Bastidores da Live de Alok: Síndico relata tensão e ameaça dos vizinhos

Marcio Rachkorsky confessa que passou por momentos complicados antes e durante a apresentação do DJ.
Marcio Rachkorsky confessa que passou por momentos complicados antes e durante a apresentação do DJ.
Marcos Henderson
PorMarcos Henderson

A live de Alok transmitida pela Globo e Multishow foi, sem dúvidas, um dos maiores shows pirotécnicos virtuais realizados no Brasil durante a pandemia da Covid-19 até então, mas para que desse certo, Marcio Rachkorsky, o síndico do condomínio de luxo onde o DJ vive com a esposa Romana Novais e o filho Ravi, precisou enfrentar alguns moradores revoltados com a situação e relata tensão absoluta até o momento em que a apresentação finalmente foi encerrada. 

Rachkorsky contou ao portal SíndicoNet que alguns moradores teriam feito duras ameaças para acabar com os planos da Live. "Enquanto todo mundo estava ali se divertindo, curtindo, eu tava apavorado. Torcendo pra acabar logo, para que tudo desse certo. E ainda bem que deu tudo certo, foi uma experiência fantástica", garantiu o síndico, também relembrando os momentos que antecederam ao início da performance ao vivo de Alok. 

Leia mais: Ouça a trilha sonora de "Ricos de Amor" assinada por Alok.

"Recebi a ligação de um morador que estava enfurecido. Falando: 'Marcio, é um absurdo, você não fez assembleia para aprovar, você não nos consultou formalmente, você não tem autonomia para fazer isso, você está descumprindo a lei, vou chamar a polícia, eu vou conseguir uma liminar, eu vou fazer de tudo para evitar isso'", afirma Rachkorsky, que apesar de ter vivido momentos de agonia, agora agradece por ter dado tudo certo e, principalmente, por ter sido um grande sucesso.

Foram inúmeras as tentativas de Marcio em tentar convencer os revoltosos a aceitarem a situação, argumentando acerca da possível valorização dos apartamentos do condomínio, além de destacar a ação filantrópica por trás da apresentação do artista, mas segundo ele, os vizinhos mais furiosos não deram ouvidos e continuaram fazendo ameaças. "Já pensou se por conta de um ou dois moradores dá tudo errado?", chegou a questionar o síndico antes do episódio que bombou na TV, nas redes sociais e, infelizmente, até nas ruas, com carros estacionando ao redor do prédio para acompanhar os efeitos visuais de perto. 

ComentáriosO que você achou?
Música
Últimas