Professores da Uninove relatam demissão em massa sem aviso prévio

Alunos exigem pronunciamento da instituição e readmissão automática dos funcionários
Alunos exigem pronunciamento da instituição e readmissão automática dos funcionários
PorMarcos Henderson23/06/2020 14h16

Desde a última segunda-feira (22), professores ligados à Universidade Nove de Julho (Uninove) relatam que estão sendo demitidos pela instituição de ensino superior privado sem aviso prévio e com mensagens automáticas na plataforma de ensino à distância. A União Nacional dos Estudantes (UNE), repudiou a notícia em publicação realizada no Twitter:

Preocupados e revoltados com a situação, os alunos da universidade lançaram um abaixo assinado para cobrar um posicionamento, além de exigir a volta dos professores, também alegando que não estão satisfeitos com a medida tomada pela instituição para suprir a ausência dos funcionários: palestras motivacionais ao vivo, incluindo um seminário religioso do padre Fábio de Melo, ambos com comentários desativados, provavelmente para evitar manifestações negativas dos alunos. 

Até o fechamento desta matéria, a Uninove não se pronunciou sobre o caso, mas os alunos seguem exigindo explicações, levando o tópico para a lista de assuntos do momento no Twitter, reunindo milhares de posts em solidariedade aos professores. O número exato de demissões, apesar das informações que atestam um valor superior a 300 funcionários, não foi confirmado. 

+Demissão

Comentários

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson