Ministro Luiz Eduardo Ramos anuncia novos valores do auxílio emergencial, mas apaga postagem

A postagem foi feita horas antes da reunião com o presidente sobre o tema
A postagem foi feita horas antes da reunião com o presidente sobre o tema
PorBruna Pinheiro25/06/2020 12h34

Nesta quinta-feira (25), o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, anunciou em seu Twitter que o governo pagaria parcelas adicionais do auxílio emergencial, com novos valores. Após algum tempo, a postagem foi apagada.

A assessoria do Ministro comunicou que apagou a postagem porque a informação estava incorreta e que o assunto ainda está em discussão. De acordo com o texto publicado, o Ministério da Cidadania depositaria mais três parcelas do auxílio: uma de R$ 500, a segunda de R$ 400 e a última de R$ 300.

Tweet publicado pelo ministro
Tweet publicado pelo ministro
Tweet publicado pelo ministro

Esta proposta teria o custo de R$ 229,5 bilhões para os cofres da União, de acordo com a postagem. A publicação foi feita horas antes de uma reunião do presidente Jair Bolsonaro com ministros, prevista para hoje de manhã, para discutir sobre os valores do Auxílio Emergencial.

A Caixa Econômica Federal, banco responsável por realizar os pagamentos aos inscritos no programa, também participa da reunião para verificar os novos valores.  com o presidente e demais ministros:  Paulo Guedes, da Economia; Onyx Lorenzoni, da Cidadania; Braga Netto, da Casa Civil; e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. 

O objetivo do Auxílio Emergencial é socorrer financeiramente as famílias que se encontram desempregadas ou com dificuldades para conseguir renda durante à pandemia do novo coronavírus no país, que levou ao isolamento social.

+Auxílio Emergencial

0
0
1
Sobre o autorBruna Pinheiro
Internacionalista. Escrevo hoje sobre política, economia, filmes e séries. Adoro viajar e comer (não necessariamente nessa ordem). Segue lá @bpinheiro1