Katy Perry defende Ellen DeGeneres Show em meio às investigações de abuso e racismo

'Todos testemunhamos a luta leve e contínua pela igualdade que ela trouxe ao mundo', disse Perry
'Todos testemunhamos a luta leve e contínua pela igualdade que ela trouxe ao mundo', disse Perry
PorMarcos Henderson04/08/2020 14h49

Ainda sem lançar seu novo álbum, Katy Perry decidiu utilizar as redes sociais para sair em defesa de Ellen DeGeneres nesta terça-feira (4), em meio às investigações de abuso e racismo no ambiente de trabalho do programa apresentado pela comediante, o matinal "The Ellen DeGeneres Show". 

"Sei que não posso falar pela experiência de ninguém além da minha, mas quero reconhecer que só tive sugestões positivas do meu tempo com Ellen e no @theellenshow", twittou a cantora. “Acho que todos testemunhamos a luta leve e contínua pela igualdade que ela trouxe ao mundo através de sua plataforma por décadas. Estou lhe enviando amor e um abraço, amiga @TheEllenShow.”, concluiu Perry. 

As acusações de má conduta no local de trabalho na popular série diurna continuam movimentando os estúdios da WarnerMedia nesta semana, ao mesmo tempo em que novas alegações chegam à tona em diferentes portais de notícia estrangeiros. Somente em "The Ellen DeGeneres Show", são 140 funcionários, e por isso, as investigações devem percorrer por tempo indeterminado, até que novas atualizações sejam trazidas à público. 

Cantora revela boas experiências no programa, mas esquece relatos dos funcionários
Cantora revela boas experiências no programa, mas esquece relatos dos funcionários
Cantora revela boas experiências no programa, mas esquece relatos dos funcionários

Uma equipe terceirizada foi contratada pela WarnerMedia para entrevistar os funcionários atuais e ex-funcionários ligados ao set do programa. Em meados de julho, uma reportagem do BuzzFeed News revelou uma série de alegações de comportamento racista e intimidação nos bastidores do show. Um pouco antes, em abril, a Variety alertou os leitores sobre informações de indignação entre membros da equipe do programa por redução de salário, falta de comunicação e tratamento inadequado por parte dos produtores durante a pandemia que acabou interrompendo a produção e iniciou uma fase de programas gravados na casa de DeGeneres, com auxílio de uma empresa de tecnologia não sindical. 

The Ellen DeGeneres Show está programado para voltar ao ar no dia 9 de setembro, e de acordo com alguns publicitários norte-americanos, é improvável que a base de fãs da apresentadora pare de sintonizar o canal por causa dos recentes relatórios, mas só o tempo dirá se a publicidade negativa poderá afetar os espectadores mais casuais. 

+Internacional

Comentários

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson