Cinco estados devem retomar as aulas presenciais. Confira quais são e as datas.

O MEC elaborou um documento com as diretrizes para a volta às aulas.
O MEC elaborou um documento com as diretrizes para a volta às aulas.
PorBruna Pinheiro30/08/2020 16h20

Com a diminuição dos doentes e infectados pelo novo coronavírus no país, vários estados estão planejando suas retomadas graduais da vida cotidiana. Neste sentido, as escolas estaduais devem ser a próxima na lista a retomarem suas atividades, com apenas cinco estados tendo seus cronogramas definidos.

Com as aulas presenciais paralisadas desde março, apenas Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo já indicaram que a retomada das escolas será a partir de setembro. O Amazonas é o único que já retomou desde o dia 10 de agosto as aulas presenciais, adotando entre várias medidas, divisórias de acrílico entre os estudantes da educação infantil.

Apesar de terem apresentado como e quando ocorrerá a retomada, os planos destes estados estão sujeitos a alterações, a depender da evolução da doença em cada local. Nos outros 20 estados, mais o Distrito Federal, ainda não há nenhuma definição de data para que a retomada ocorra. 

Nas redes de ensino municipais e particulares, também está indefinido quando isso ocorrerá. Várias escolas anteciparam as férias escolares e optaram pelo ensino à distância. No início do mês de julho, o Ministério da Educação (MEC) lançou um documento com as diretrizes sobre a retomada das aulas presenciais no país, não estipulando datas para os Estados.

Confira o cronograma de volta às aulas:

  • Pará: 1º de setembro, dos ensinos infantil, fundamental, médio e superior, para os municípios classificados com as bandeiras amarela, verde e azul;
  • Rio de Janeiro: 5 de outubro, priorizado o retorno às aulas no 9°ano do ensino fundamental e no 3°ano do ensino médio;
  • Rio Grande do Sul: a partir da primeira quinzena de setembro, iniciando pela educação infantil;
  • Santa Catarina: a partir de 13 de outubro, com alunos do ensino técnico e ensino médio;
  • São Paulo: 7 de outubro, com rodízio de alunos de apenas 35% dos alunos de cada classe por dia;

Algumas capitais já traçaram também seus planos de retomada, utilizando tanto sistemas híbridos (presencial e online), como a retomada total conforme cronograma estadual. Já as escolas particulares estão adotando medidas similares em calendário próprio, já tendo retomado em Manaus e no estado do Maranhão. 

+Coronavírus

Comentários

Sobre o autorBruna Pinheiro
Internacionalista. Escrevo hoje sobre política, economia, filmes e séries. Adoro viajar e comer (não necessariamente nessa ordem). Segue lá @bpinheiro1