'A Voz Suprema do Blues': Último filme de Chadwick Boseman tem imagens divulgadas

O filme marca a despedida oficial de Boseman, que morreu em agosto vítima de câncer de cólon
O filme marca a despedida oficial de Boseman, que morreu em agosto vítima de câncer de cólon
PorMarcos Henderson01/10/2020 13h58

A Netflix revelou as primeiras imagens de "A Voz Suprema do Blues", o último filme de Chadwick Boseman, com lançamento previsto para 18 de dezembro. Nas fotos divulgadas via Twitter, o falecido astro de "Pantera Negra" veste um smoking, apresentando-se no palco ao lado de Viola Davis.

Viola Davis interpreta a pioneira cantora de blues, Ma Rainey
Viola Davis interpreta a pioneira cantora de blues, Ma Rainey
Viola Davis interpreta a pioneira cantora de blues, Ma Rainey

Baseado na premiada peça de mesmo nome de August Wilson, o filme segue a história da pioneira cantora de blues, Ma Rainey, interpretada por Davis, e é ambientado em Chicago, em 1927. Na trama, vários assuntos delicados são colocados em evidência, com destaque para os problemas raciais, a música e a exploração de artistas negros na indústria. Boseman interpreta o namorado de Ma, Levee, um jovem trompetista ambicioso que aspirava deixar sua própria marca no mercado. 

Boseman interpreta o jovem trompetista Levee, namorado de Ma
Boseman interpreta o jovem trompetista Levee, namorado de Ma
Boseman interpreta o jovem trompetista Levee, namorado de Ma

Dirigido por George C. Wolfe, o filme também apresenta Glynn Turman, Colman Domingo e Michael Potts no elenco. A produção fica por conta de Todd Black, Denzel Washington e Dany Wolf, e o roteiro é assinado por Ruben Santiago-Hudson.

O filme explora racismo, a música e a exploração de artistas negros na indústria
O filme explora racismo, a música e a exploração de artistas negros na indústria
O filme explora racismo, a música e a exploração de artistas negros na indústria

Boseman morreu em 28 de agosto após ser diagnosticado com câncer de cólon em 2016. Apesar da longa batalha, tudo foi mantido em segredo pelo astro, que enquanto se tratava em incansáveis rotinas de hospitais, mergulhava de cabeça em seus trabalhos e incentiva seus colegas a a fazerem o mesmo nos sets, com uma alta demonstração de carisma e determinação, comentada por vários amigos e familiares após o anúncio da morte.

Gostei
Haha
Triste
Detestei
Amei
Aff
Gostei
Comentar

+Netflix

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson