Trump se revolta após ter novas publicações apagadas pelo Facebook

O presidente dos EUA fez uma publicação afirmando que a gripe comum é mais letal que a Covid-19
O presidente dos EUA fez uma publicação afirmando que a gripe comum é mais letal que a Covid-19
PorMarcos Henderson06/10/2020 18h14

Ainda infectado com o novo coronavírus, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu nesta terça-feira (6) a revogação da Seção 230, parte da legislação da Internet que fornece imunidade para editores de sites de conteúdo de terceiros, depois que teve mais uma de suas publicações apagada pelo Facebook e pelo Twitter. 

Desta vez, o presidente norte-americano comparava a Covid-19 a uma gripe comum, afirmando aos milhões de seguidores que a doença que já matou mais de um milhão de pessoas ao redor do mundo é menos letal. O Facebook excluiu a publicação logo pela manhã, e pouco tempo depois, o Twitter adicionou um rótulo de aviso de desinformação sobre o coronavírus para os usuários visualizarem antes de poderem conferir o post original, além de bloquear o compartilhamento.

Incoerente, Trump afirmou no post que "às vezes mais de 100 mil” americanos morrem de gripe por ano. “Vamos fechar o nosso país? Não, aprendemos a conviver com isso, assim como estamos aprendendo a conviver com Covid, na maioria das populações muito menos letais!!!”, disparou o presidente. 

Leia também: Trump faz carreata inconsequente acompanhado de dois agentes

A Seção 230 isenta as empresas de Internet da responsabilidade pelo conteúdo que aparece em suas plataformas. Ele foi incluído no Communications Decency Act de 1996 para ajudar a Internet a crescer e não ser eliminada no berço por ações judiciais. Apesar do pedido de revogação, Trump é apontado como um grande beneficiário da regra. Sem ela, os usuários, incluindo o presidente, provavelmente não teriam permissão para postar conteúdo à vontade.

Gostei
Haha
Triste
Detestei
Amei
Aff
Gostei
Comentar

+EUA

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson