‘Jurassic World: Dominion’ termina filmagens após atrasos gerados pela Covid-19

A equipe comemorou a conclusão das filmagens após 100 dias de trabalho e confinamento
A equipe comemorou a conclusão das filmagens após 100 dias de trabalho e confinamento
PorMarcos Henderson09/11/2020 13h50

Jurassic World: Dominion” finalmente encerrou as filmagens, marcadas pelo longo atraso em meio à pandemia de Covid-19. Foram necessários 40 mil testes e cerca de US$ 6 milhões a US$ 8 milhões extras no orçamento para lidar com os protocolos de segurança, incluindo o confinamento da equipe em hotéis, tudo para garantir o fim das gravações antes da virada do ano. O filme de US$ 165 milhões tem lançamento programado para junho de 2022.

A sexta parcela da franquia "Jurassic Park" marca o retorno Colin Trevorrow à direção, junto com as estrelas Chris Pratt e Bryce Dallas Howard. Sam Neill, Laura Dern e Jeff Goldblum aparecerão juntos pela primeira vez desde o filme original de 1993 (todos os três reprisaram separadamente seus papéis em várias sequências desde então). Os recém-chegados incluem Mamoudou Athie e DeWanda Wise.

A pré-produção de "Jurassic World: Dominion" começou há 18 meses e as filmagens começaram em julho, exatamente quando a produção começou a ser retomada ao redor do mundo após uma pausa de meses devido à pandemia. 

A Universal Pictures encomendou uma instalação médica privada para gerenciar os imensos requisitos de produção durante a pandemia. Foram montadas duas estações de medição de temperatura no Pinewood Studios, no Reino Unido, com capacidade para processar 1.000 membros da tripulação em duas horas. Cada estação foi equipada com médicos, enfermeiras e cabines de isolamento.

Dos 40 mil testes administrados ao longo da produção, cerca de 100 deram positivo, incluindo falsos positivos e alguns que foram revertidos antes da apresentação da equipe em Pinewood. Alguns resultados positivos obrigaram a equipe a interromper temporariamente as filmagens em outubro. 

“Vivemos juntos, comemos juntos, contamos histórias, compartilhamos nossos medos e esperanças, jogamos Frisbee no gramado... houve muitas risadas em um momento em que era difícil encontrar motivos para rir”, disse Trevorrow ao mencionar o confinamento da equipe no hotel. Ele também falou sobre a oportunidade de criar um vínculo maior com os colaboradores e o consequente ganho de força no resultado final do longa.

2
Gostei
Haha
Triste
Detestei
Amei
Aff
Gostei
Comentar

+Filme

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson