Diário 24 Horas

Aos 87 anos, Larry King falece após complicações da Covid-19

O ex-apresentador estava internado desde o início do mês de janeiro.
O ex-apresentador estava internado desde o início do mês de janeiro.
PorBruna Pinheiro

A lenda da televisão norte-americana, Larry King, faleceu neste sábado (23) aos 87 anos após praticamente um mês de internação por complicações da Covid-19. Com a saúde fragilizada, o apresentador precisou ser internado, mas infelizmente não resistiu a gravidade da doença.

"É com profundo pesar que a Ora Media anuncia a morte de nosso co-fundador, apresentador e amigo Larry King, que morreu nesta manhã aos 87 anos no Centro Médico Cedros Sinai de Los Angeles", diz um comunicado publicado em seu perfil oficial no Twitter.

King é reconhecido internacional por seu trabalho à frente do tradicional programa de entrevistas na CNN americana por mais de duas décadas, o  'Larry King Live'. Apesar da aposentadoria da CNN, continuou na profissão de apresentador em outros talk shows somando mais de 50 mil entrevistas ao longo de sua carreira, de acordo com balanço feito pela Associated Press.

Durante sua carreira, entrevistou personalidades públicas, políticos, presidentes, astros do cinema e a da música além de pessoas comuns, sempre com a mesma simpatia e perguntas diretas que lhe eram peculiares. 

Infelizmente sofreu com uma série de doenças ao longo da vida, como o diagnóstico de diabetes tipo 2 e a retirada de um câncer de pulmão em 2017. No ano passado, ele perdeu dois de seus cinco filhos, Andy e Chaia. Andy sofreu um ataque cardíaco no final de julho e em menos de três semanas, Chaia faleceu por complicações de um câncer de pulmão recém diagnosticado. 

+Coronavírus

Sobre o autorBruna Pinheiro
Internacionalista. Escrevo hoje sobre política, economia, filmes e séries. Adoro viajar e comer (não necessariamente nessa ordem). Segue lá @bpinheiro1