Com queda na vacinação, feriado do Dia da Independência nos EUA é menor do que o esperado

Biden esperava comemorar 70% da população americana vacinada, mas o país só alcançou pouco mais de 50%
Biden esperava comemorar 70% da população americana vacinada, mas o país só alcançou pouco mais de 50%
Bruna Pinheiro
PorBruna Pinheiro

Nesta data de 4 de Julho os Estados Unidos comemoram seu dia da Independência em um longo feriadão por todo o país. Apesar de muitos estados já terem celebrado o fim do uso de máscaras, a vacinação teve queda recente não atingindo os 70% da população estipulados pelo Presidente Joe Biden para celebrar a data em todo território norte-americano.

A meta ousada de Biden foi freada também pela crescente da nova variante Delta no país, aumentando os casos de Covid-19 apesar da grande quantidade de vacinados. Visando manter a cautela, as autoridades sanitárias locais disseram que o governo planeja estender a declaração de emergência de saúde pública que deve expirar neste mês de julho, além de manter restrições de viagens internacionais para países onde a variante se encontra, como o Reino Unido.

Mais de 51 por cento dos adultos americanos receberam pelo menos uma dose de vacina, de acordo com dados do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), indicando que a imunidade coletiva e o fim da pandemia estão próximos.

O governo norte-americano tem solicitado a população que mantenha as restrições já propagadas desde o início da pandemia, mas não pensa em cancelar nenhuma das celebrações organizadas. O próprio presidente Biden pediu que sua esposa, o vice-presidente e outros membros seniores de seu governo declarassem que "A América está de volta juntos" em desfiles e churrascos.

“Para celebrar nossa independência desse vírus no dia 4 de julho com a família e amigos em pequenos grupos, ainda temos mais o que fazer nos meses de maio e junho. Todos nós precisamos nos proteger até que o número de casos diminua, até que todos tenham a chance de ter sua chance", aconselhou o presidente em pronunciamento.

Biden vai celebrar com uma festa para 1 mil pessoas no gramado da Casa Branca e fogos de artifício sobre o National Mall. Os convidados do evento foram aconselhados a fazer um teste até três dias antes e não será obrigatório ter sido vacinado. Seguindo o protocolo dos CDC, pessoas vacinadas não precisam usar máscaras.

Comentários

O que você achou?