Diário 24 Horas

Antonia Fontenelle chama Batoré de covarde após morte do humorista

A atriz, que processou o humorista em 2019, ficou inconformada com as homenagens nas redes sociais
A atriz, que processou o humorista em 2019, ficou inconformada com as homenagens nas redes sociais
Marcos Henderson
PorMarcos Henderson

Antonia Fontenelle ainda não desistiu de atrair polêmica nas redes sociais, atingindo um público cada vez mais variado com suas opiniões sinceras. Desta vez, a atriz chamou Batoré, que morreu na última segunda-feira (10), de covarde, relembrando as vezes em que ele teria sido cruel com ela, "sem nunca ter me visto na vida". 

“Hoje morreu um cearense, que todos chamam de humorista, e que pra mim ele não passava de um cara covarde, machista e que me apontou, me julgou, foi cruel, foi covarde comigo, sem nunca ter me visto na vida, sem nunca eu ter feito nada com ele, o tal do Batoré. Agora um monte de gente: coitadinho, Batoré morreu! Coitadinho o caral**, não é porque ele morreu, que ele passou a ser santo e vai morar com Deus”, disse Fontenelle, revoltada com as homenagens ao humorista.

Leia também: Juliette detona fala xenofóbica de Antônia Fontenelle sobre DJ Ivis

Antonia Fontenelle processou Batoré em 2019 e exigiu uma indenização de R$ 110 mil por danos morais depois que ele a chamou de "rapariga" como resposta a um comentário xenofóbico da atriz sobre o estado do Alagoas. Tudo isso aconteceu na época em que Henri Castelli gerou polêmica após ter sido agredido em um bar, e Fontenelle avisou aos seguidores nas redes sociais para terem cuidado com espancadores de plantão em Alagoas. 

Ivanildo Gomes Nogueira, o Batoré, morreu na última segunda-feira, vítima de um câncer. Ele estava internado em um hospital de Pirituba, Zona Norte da capital de São Paulo, e não resistiu às últimas complicações. 

ComentáriosO que você achou?
TV e Celebridades
Últimas