Diário 24 Horas

Análise: o que o final de Ms. Marvel revela sobre o futuro

Na madrugada desta quarta-feira (13) foi ao ar o último episódio da minissérie Ms Marvel no Disney+.

Kamala Khan retornará em The Marvels ao lado de sua idolatrada Carol Danvers, a Campitã Marvel. Foto: Reprodução/Disney.
Kamala Khan retornará em The Marvels ao lado de sua idolatrada Carol Danvers, a Campitã Marvel. Foto: Reprodução/Disney.
Amanda Furtado
PorAmanda Furtado

Ms. Marvel provocou uma grande movimentação no Disney+ na madrugada desta quarta-feira (13). Isso porque o último episódio mal foi ao ar e já amanhecemos em meio ao alvoroço provocado pelas emoções do desfecho da primeira temporada da história de Kamala Khan (Iman Vellani), com direito a spoiler e muitas especulações. 

Tudo o que sabíamos até então é que a série de 6 episódios disponível na plataforma de stream da Disney seria a porta de entrada para adentrarmos nos acontecimentos do filme “The Marvels”, novo nome para a continuação de “Capitã Marvel”, com previsão de lançamento para julho de 2023.

No entanto, como sempre podemos esperar tudo quando se trata do Universo Cinematográfico Marvel, as últimas cenas do episódio trouxeram à tona mais dúvidas sobre o futuro da adolescente americana-paquistanesa. 

Atenção, a partir deste ponto informo que contém spoiler, portanto, se você continuar neste artigo é por sua própria conta em risco. Afinal, jogar um balde de água fria nas suas expectativas em relação ao final da série não está nos nossos planos. Dito isto, vamos ao que importa! 

Algo que não passou e nem poderia passar batido, foi o que aconteceu nas cenas finais do episódio de desfecho de Ms. Marvel, onde Bruno (Matt Lintz), amigo da personagem que é fã dos Vingadores, em especial da Capitã Marvel (Brie Larson), revela que estudou os genes de Kamala e percebeu então que a heroína carrega uma mutação genética em seu DNA. 

Essa informação deixa em aberto muitas questões, já que, ao comunicar sobre a mutação nos genes da jovem heroína, Bruno não deixa claro que mutação seria essa, abrindo margem para duas possibilidades. A primeira delas refere-se sobre uma mutação oriunda do Gene X, o qual se trata de pessoas humanas que nascem com superpoderes de forma evolutivamente natural; e a segunda, relativa aos inumanos, cuja mutação genética é experimental, e acontece quando seres humanos comuns têm contato com a Névoa Terrígena, o que lhes atribui diferentes poderes ou deformações físicas, além da imortalidade. Para saber mais, sugiro que você entenda a relação entre Inumanos e as HQs da Marvel.

Propositalmente, ou não, o que nos chocou de fato foi a trilha sonora que acompanhou o choque de Kamala Khan ao receber a informação de seu melhor amigo. Com uma reação de susto na face da protagonista, a cena encerra com o tema da animação de X-Men de 1997, nos fazendo entender que, talvez, a primeira heroína muçulmana da Marvel, seja também a primeira X-Men da quarta geração do MCU. 

Curiosamente, a mesma trilha surgiu no filme “Doutor Estranho no Multiverso da Loucura” (2022), quando o líder dos X-Men, Professor Xavier (Patrick Stewart) surge na trama.

Cena após créditos mostra Capitã Marvel no quarto de Kamala Khan. Foto: Reprodução/Disney.
Cena após créditos mostra Capitã Marvel no quarto de Kamala Khan. Foto: Reprodução/Disney.
Cena após créditos mostra Capitã Marvel no quarto de Kamala Khan. Foto: Reprodução/Disney.

Enquanto essa confirmação não chega, nos resta aguardar os próximos acontecimentos e torcer para que “The Marvels” consiga esclarecer todas as incertezas que Ms Marvel nos deixou. 

ComentáriosO que você achou?
Séries
Últimas