Lula agradece coronavírus e cria cenário ideal para ataques de bolsonaristas

Ex-presidente gerou polêmica ao agradecer à natureza por criar 'esse monstro chamado coronavírus'.
Ex-presidente gerou polêmica ao agradecer à natureza por criar 'esse monstro chamado coronavírus'.

Em entrevista por videoconferência ao jornalista Mino Carta, da revista "Carta Capital", na última terça-feira (19), Luiz Inácio Lula da Silva fez uma afirmação que chamou rapidamente a atenção dos internautas, sobretudo dos apoiadores diretos do presidente Jair Bolsonaro. "Ainda bem que a natureza, contra a vontade da humanidade, criou esse monstro chamado coronavírus, porque esse monstro está permitindo que os cegos comecem a enxergar que apenas o Estado é capaz de dar solução a determinadas crises. Essa crise do coronavírus, somente o Estado é que pode resolver isso", esbravejou Lula em discurso que defende a atuação coesa das esferas governamentais diante da pandemia, ao contrário do que acontece com a gestão atual. 

Não demorou muito para que a afirmação virasse motivo de agressões virtuais e piadas de bolsonaristas, que reúnem dezenas de milhares de publicações sobre o assunto no Twitter, nesta quarta-feira (20). Aparentemente de olhos vendados, os defensores fiéis do presidente ignoram suas controvérsias e apontam a frase isolada de Lula como uma afronta de proporções épicas à sociedade. "Pessoal, vamos cobrar TODOS os jornalistas q repercutem espirros e piadas do presidente, mas q ignoraram completamente o Lula agradecendo a Natureza pelo Coronga! É sério! Temos que cobrar posicionamento da imprensa!!Chega de fingir demência, nos ESTAMOS VENDO!", disparou uma internauta, comumente vista entre as publicações favoráveis ao presidente. 

A maioria dos comentários insinua que a imprensa estaria fazendo vista grossa para a frase de Lula, quando, na verdade, já reunia dezenas de matérias mencionando o assunto. Bolsonaro, que protagoniza uma das atuações mais desengonçadas do planeta diante da crise gerada pela pandemia, ainda é símbolo máximo de luta para determinada parcela da população brasileira, que encontra, em mínimos detalhes, motivos para defender a honra do ídolo e convocar gritos violentos contra qualquer um que demonstre pensamento opositor, além de comemorar frases controversas de Lula (uma espécie de vilão do "herói supremo") como um gol de pênalti na prorrogação. 

Confira a entrevista de Lula à Carta Capital, na íntegra:

Comentários

Lula

Mais Notícias