Diário 24 Horas

Confira as teorias do emblemático curta-metragem de Calendário, de Anavitória

Discussões sobre o significado do filme movimentam as redes sociais
Discussões sobre o significado do filme movimentam as redes sociais
Marcos Henderson
PorMarcos Henderson

O novo filme de Anavitória para a música Calendário mal foi lançado e já está gerando diversas discussões sobre o significado da obra nas redes sociais, sobretudo porque as irmãs Fridman, que dirigiram o curta-metragem, conseguiram criar um conteúdo emblemático o suficiente para manter o público curioso e, é claro, para garantir aquele eficiente sentimento de "preciso ver de novo".

No Twitter, já é possível encontrar algumas sequências de publicações dos usuários mais antenados que aproveitam o lançamento para apresentar suas interpretações e compartilhar com os fãs da dupla, mas antes de mostrar as teorias, vamos ao filme:

A qualidade da fotografia ajuda a imergir a música nas imagens, que exibem Ana Caetano e Vitória Falcão em uma floresta cheia de brilho e elementos aparentemente místicos. A usuária Lua Monteiro, do Twitter, publicou uma "thread" com sua interpretação inicial do filme e já está ganhando destaque na plataforma, com outras pessoas inserindo suas opiniões e desmistificando o que está por trás da obra.

Confira:

Em seguida, outros usuários responderam à explicação com entusiasmo e muitos elogios à interpretação detalhada de Lua. "BICHA 30 MINUTOS QUE LANÇOU E ESSA MUIÉ DESCOBRIU TUDO ISSO?.... será que ela quer ser presidente?", disse um internauta, seguido por vários outros fãs da dupla empolgados com o lançamento e com as teorias. 

O curta-metragem foi lançado exatamente às 11 horas desta segunda-feira (25) e já está se encaminhando para a casa das 100 mil visualizações no fechamento desta matéria, reunindo comentários carinhosos dos fãs no YouTube. Anavitória também gerou forte engajamento na sexta-feira (22), com duas lives seguidas, a primeira no YouTube da dupla, e a segunda no YouTube do Música Multishow e no canal Multishow. 

ComentáriosO que você achou?
Cinema
Últimas