Andrea Bocelli revela "recuperação rápida e completa" do coronavírus

O cantor de ópera disse que escolheu manter seu diagnóstico privado porque 'não queria alarmar desnecessariamente meus fãs'.
O cantor de ópera disse que escolheu manter seu diagnóstico privado porque 'não queria alarmar desnecessariamente meus fãs'.
PorCarol Souza27/05/2020 12h39

Nesta última terça-feira (26) Andrea Bocelli foi às redes sociais revelar aos fã que se recuperou recentemente do COVID-19, o que chocou os fãs, que nem sequer sabiam que Bocelli havia contraído o vírus.

O cantor de ópera de 61 anos disse em um post no Facebook que ele foi diagnosticado inicialmente em março, mas optou por manter as notícias em sigilo porque "não queria alarmar desnecessariamente meus fãs e também queria proteger a privacidade de minha família".

O músico contou sobre a doença em seu Facebook
O músico contou sobre a doença em seu Facebook
O músico contou sobre a doença em seu Facebook

Felizmente, Bocelli teve uma "recuperação rápida e completa até o final de março". De fato, na Páscoa, que este ano foi celebrada em 12 de abril, Bocelli se mostrou estava bem o suficiente para realizar uma performance especial solo na famosa catedral Duomo, em Milão, na Itália, performance esta que teve transmissão ao vivo em seu canal oficial no YouTube e não contou com público presente, visando respeitar as recomendações de distanciamento social.

E assim como Tom Hanks e Rita Wilson, Bocelli também revelou que doou seu sangue na esperança de ajudar a encontrar uma cura para o COVID-19. "Um gesto modesto - mas fundamental -, através do qual estou fazendo minha pequena parte", comentou.

Em uma entrevista separada ao Wall Street Journal, Bocelli revelou que vários membros de sua família também contraíram o vírus na mesma época que ele. "Tivemos febre, depois ficamos com frio e depois tossimos um pouco", contou.

No entanto, mesmo enquanto lutava contra o vírus, Bocelli diz que "tentei viver de maneira positiva com meus entes queridos". "O fato é que estávamos todos juntos, todos em harmonia", observou Bocelli. "Conseguimos falar muito mais do que nunca e pude ler. Eu li o trabalho de uma mística, Maria Valtorta. Ela escreveu 10 volumes, 'O Evangelho Revelado para Mim'. E então eu pratiquei alguns esportes. Eu me movi um pouco, porque você sabe que na minha idade, se você não usa seus músculos, pode esquecer".

+Coronavírus

0
0
0
Carol Souza
Sobre o autorCarol Souza
Amante do cinema, dos livros e apaixonadíssima pelo bom e velho rock n'roll. Amo escrever e escrevo sobre o que amo. Ativista da causa feminista e bebedora de café profissional. Instagram: @barbooosa.carol