Diário 24 Horas

John Dolmayan, do System of a Down, chama democratas de intolerantes e deseja a Trump um feliz aniversário

'Vocês não conseguem lidar com a liberdade de expressão porque são covardes', disse.
'Vocês não conseguem lidar com a liberdade de expressão porque são covardes', disse.
PorCarol Souza

Apesar de ser antitético aos ideais sociopolíticos que há muito são apresentados na música de sua banda, o baterista do System of a Down, John Dolmayan, continua dobrando e triplicando seus argumentos que podem ser considerados, em alguns pontos de vista, da extrema direita.

E o que justifica esses "pontos de vista" é que após algumas polêmicas, desta vez o músico chegou ao ponto de chamar os democratas de "verdadeiros fanáticos" em seu último discurso no Instagram.

Pode parecer que Dolmayan está apenas tentando irritar os fãs da banda, mas ele já deixou devidamente claro que está do outro lado do espectro político que seus colegas de banda se encontram, especialmente no caso do vocalista Serj Tankian. Os dois já expressaram opiniões muito diferentes sobre os protestos em andamento, com Dolmayan saudando o presidente Trump como o "maior amigo das minorias" e Tankian pedindo a renúncia do regime de Trump.

Na semana passada, Dolmayan declarou que o movimento "Defund the Police" era "provavelmente a coisa mais estúpida que já ouvi". E agora, em seu último post no Instagram, Dolmayan criticou o Partido Democrata por questões de escravidão, direitos de voto das mulheres e abortos, enquanto que por outro lado, desejou ao presidente Trump um "feliz aniversário e boa sorte nas eleições presidenciais de novembro".

Confira a postagem completa:

"A razão de eu postar minhas opiniões neste fórum e me abrir para atacar e ridicularizar é para vocês, os silenciosos que pensam que estão sozinhos em um mundo onde seus pensamentos são estranhos ou errados. Você não está sozinho, milhões estão com você. Para aqueles que pensam que vêm de uma posição moralmente superior, portanto, qualquer opinião ou ponto de vista diferente é inválido, pense novamente. É o caminho mais fácil para pensar como você, é do interesse deles que as celebridades e os políticos os ajudem, mas você perderá no final, porque é exatamente o que finge lutar. O verdadeiro fascista, os verdadeiros fanáticos escondidos à vista do mesmo partido que lutou para manter a escravidão, Jim Crow, direitos de não voto para mulheres e que são diretamente responsáveis ​​por mais de 70 milhões de abortos, a maioria dos quais era negra. Vocês não querem liberdade de expressão, não podem lidar com liberdade de expressão porque são covardes e precisam ser pastoreados junto com o resto das ovelhas. Tenho sorte, estou em um setor em que você PODE ser honesto sobre seus pontos de vista onde quer que eles caiam com pouca ou nenhuma repercussão. Eu não confio em um estúdio de cinema, gravadora, mídia ou em qualquer outra pessoa que se prenda à correção política e não corra perigo de 'perder o emprego', porque você não gosta do que tenho a dizer. Este é um momento perigoso, onde o pensamento e a fala livres estão sendo atacados, mas isso passará, a próxima geração estará observando como sempre e superará sua insanidade. Feliz aniversário, Presidente Trump, e boa sorte em novembro!".

Até agora, apesar das polêmicas e falas bastante, digamos, fortes, os colegas de banda de Dolmayan não responderam diretamente às suas postagens recentes no Instagram.

Vale lembrar que a banda não lança um novo álbum há quase 15 anos mas ainda toca em algumas ocasiões, e com toda essa divergência política entre eles os fãs começaram a levantar suspeitas de que talvez este seja um dos motivos pelos quais nenhum material novo chegou à nós desde o disco de 2005, "Hypnotize".

O System of a Down estava programado para realizar dois shows em Los Angeles no mês passado e embarcar em uma turnê européia este mês, mas todos os shows de 2020 foram adiados ou remarcados para 2021 devido à pandemia.

+System of a Down

Sobre o autorCarol Souza
Amante do cinema, dos livros e apaixonadíssima pelo bom e velho rock n'roll. Amo escrever e escrevo sobre o que amo. Ativista da causa feminista e bebedora de café profissional. Instagram: @barbooosa.carol