Diário 24 Horas

Justin Bieber nega acusações de agressão sexual com várias provas

Astro canadense compartilhou fotos, recibos e e-mails para comprovar sua versão da história
Astro canadense compartilhou fotos, recibos e e-mails para comprovar sua versão da história
PorMarcos Henderson

Justin Bieber negou as acusações de agressão sexual disparadas por uma mulher que alega ter sido vítima do cantor em março de 2014. No Twitter, o músico compartilhou uma série de tuítes para provar que "essa história é factualmente impossível" e deixar claro aos fãs que está "trabalhando com o Twitter e as autoridades para tomar medidas legais".

⚠️ Gatilho: Caro leitor, o artigo a seguir contém tema sensível, tais como: relatos de abuso sexual e violência. Se este for o seu caso, não recomendamos a leitura.

O cantor foi acusado por uma mulher que se identificou como Danielle, escondendo o sobrenome. Em um Tweet datado de 20 de junho, que já foi excluído - junto com a conta - ela afirmou que conheceu Bieber aos 21 anos, e ele aos 20, em um evento de música em Austin.

Ela afirmou que, em 9 de março, após fazer um apresentação surpresa, Bieber convidou Danielle e suas amigas para o hotel Four Seasons, onde ele a levou para uma sala separada e teria a agredido. Ela, entretanto, não deu mais detalhes das alegações além de seu post no Twitter.

A acusação foi inicialmente negada por Alison Kaye, gerente geral do SB Projects da Scooter Braun, que representa Bieber. Kaye disse que a alegação não tinha fundamentos e afirmou, no domingo (21), que Bieber ficou no AirBnB na noite em questão e que sua reserva de hotel em Austin não começou até a noite seguinte, além de informar que ele estava no Westin, não no Four Seasons.

Leia também: Cole Sprouse e Lili Reinhart se revoltam após serem acusados de agressão sexual.

Mais tarde, ainda no domingo, o astro canadense compartilhou fotos, recibos e e-mails para comprovar o que a gerente afirmou anteriormente, mostrando que, de fato, ficou no AirBnB em Austin no dia 9 de março, e no hotel Westin no dia 10, e ainda afirmou que estava acompanhado da então namorada, Selena Gomez, em Austin, compartilhando uma matéria que comprova sua defesa. 

"Não há verdade nessa história", disse ele no Twitter. “Toda reivindicação de abuso sexual deve ser levada muito a sério e é por isso que minha resposta foi necessária. No entanto, essa história é factualmente impossível e é por isso que vou trabalhar com o twitter e as autoridades para tomar medidas legais", disse Bieber, também afirmando que só decidiu prestar esclarecimentos após conversar seriamente com sua equipe e com a atual esposa, Hailey Baldwin. "Normalmente, não falo sobre essas coisas, pois lidei com acusações aleatórias durante toda a minha carreira, mas depois de conversar com minha esposa e equipe, decidi falar sobre um assunto hoje à noite", explicou o astro. 

Comentários

O que você achou?
0GosteiGostei
0HahaHaha
0TristeTriste
0DetesteiDetestei
0AmeiAmei
0AffAff
Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson