Novo normal: Com poucos lançamentos, "Harry Potter e a Pedra Filosofal" fica no topo da bilheteria na China

A China está reabrindo para grandes eventos após meses de distanciamento social
A China está reabrindo para grandes eventos após meses de distanciamento social
PorBruna Pinheiro17/08/2020 21h24

Passados praticamente duas décadas desde o lançamento original dos filmes baseados nos livros de "Harry Potter", a magia adolescente ainda pode render muito nas bilheterias.

Recentemente, o relançamento de "Harry Potter e a Pedra Filosofal" liderou as bilheterias na China desde que os cinemas foram reabertos após serem fechados em janeiro devido à pandemia do coronavírus.

A restauração de 3D em 4K  do primeiro filme da série, originalmente exibido no país chinês em 2002, foi lançado na sexta-feira (14) e, desde então, arrecadou mais de 100 milhões de yuans (cerca de US$ 14,5 milhões). O valor foi arrecado após a exibição em 16 mil telas, ajudando a receita do cinema no país aumentar em 29%. O mais interessante de todo este revival, é que em apenas três dias o filme arrecadou mais no seu relançamento do que na primeira vez em que estreou.

“A porta para o mundo mágico foi totalmente aberta na tela”, escreveu Warner Bros. na sexta-feira no Weibo. A plataforma bombou com fãs da franquia de filmes “Harry Potter”, que compartilharam sua empolgação e nostalgia. Uma hashtag sobre a franquia bombou no Weibo, obtendo mais de 440 milhões de visualizações na tarde desta segunda-feira (17).

O final de semana foi bastante agitado na China, que além de cinemas também promoveu eventos com mais público, como o controverso parque aquático que realizou uma festa  na cidade chinesa de Wuhan, onde o coronavírus surgiu pela primeira, com centenas de pessoas.

+Coronavírus

Comentários

Sobre o autorBruna Pinheiro
Internacionalista. Escrevo hoje sobre política, economia, filmes e séries. Adoro viajar e comer (não necessariamente nessa ordem). Segue lá @bpinheiro1