Diário 24 Horas

Deputada Flordelis é indiciada pelo assassinato do marido, pastor Anderson

A deputada filiada ao PSD-RJ é apontada como mandante da execução
A deputada filiada ao PSD-RJ é apontada como mandante da execução
PorMarcos Henderson

A deputada federal Flordelis (PSD-RJ) foi indiciada pelo assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em operação conjunta da Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) que prendeu, nesta segunda-feira (24), nove pessoas envolvidas no caso. 

Anderson foi assassinado com mais de 30 tiros em 16 de junho de 2019, e de acordo com depoimento de Flordelis, a família teria sido vítima de um assalto. De acordo com a atualização da força-tarefa da operação "Lucas 12", a viúva é a mandante do crime, e responderá por homicídio triplamente qualificado, associação criminosa, falsidade ideológica e uso de documento falso. 

Na operação desta segunda-feira, foram presos cinco filhos do casal: André, Adriano, Marzy, Carlos e Simone, e uma neta, Rayane. A Justiça também emitiu mandado de prisão para o filho apontado como autor dos disparos, Flávio, e um ex-PM, Marcos, que já estavam encarcerados. 

Os filhos da deputada estariam diretamente envolvidos na morte do pai
Os filhos da deputada estariam diretamente envolvidos na morte do pai
Os filhos da deputada estariam diretamente envolvidos na morte do pai

O inquérito aponta que Anderson teria sido executado por motivos financeiros, sobretudo pela distribuição de poder na família, já que o pastor controlava a maior parte dos recursos da atual Comunidade Evangélica Cidade do Fogo, anteriormente chamada de Ministério Flordelis. As investigações também apontam que Flordelis planejava o homicídio desde 2018. 

A primeira fase da investigação foi responsável por identificar o filho adotivo do casal, Lucas César dos Santos, como o comprador da arma utilizada no crime, e o filho biológico Flávio dos Santos Rodrigues como o executor do assassinato. O principal objetivo de Flordelis era conquistar a emancipação financeira total para dar prosseguimento aos planos pessoais de enriquecimento pessoal e obtenção de poder. 

+Política

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson