76 mil brasileiros entram na Justiça para obter Auxílio Emergencial

Muitos cidadãos ainda tentam garantir o direito ao benefício com ações em um dos cinco TRFs
Muitos cidadãos ainda tentam garantir o direito ao benefício com ações em um dos cinco TRFs
PorMarcos Henderson04/09/2020 14h57

Desde o início do pagamento do Auxílio Emergencial, em abril, foram registradas quase 75.982 ações nos Tribunais Regionais Federais (TRFs) como tentativas de garantir o direito de obtenção do benefício. O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, afirmou no início desta semana que o Poder Judiciário sofreu um aumento considerável das demandas relacionadas ao pagamento do auxílio de R$ 600.

De acordo com o atual levantamento da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), 18.658 ações estão no TRF da 1ª Região; 16.229 ações se concentram na 2ª região; 20.485 ações estão concentradas no TRF da 3ª Região; 12.734 estão na 4ª Região; e 7.876 na 5ª. 

TRFs implementaram medidas extras para facilitar e agilizar os atendimentos
TRFs implementaram medidas extras para facilitar e agilizar os atendimentos
TRFs implementaram medidas extras para facilitar e agilizar os atendimentos

A alta demanda de ações na Justiça motivou os TRFs a desenvolverem novas formas de atender a população, incluindo formulários online, informativos, canais exclusivos de comunicação e outros pontos que facilitam a agilidade do atendimento e a segurança dos cidadãos. 

Leia também: Campanha '600peloBrasil' cobra permanência do auxílio de 600 reais

O Poder Judiciário também conta desde o início desta semana com um acordo de cooperação técnica entre o Ministério da Cidadania, a Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência (Dataprev) e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A parceria garante maior eficiência nos casos que envolvem a concessão do Auxílio Emergencial. 

Recentemente, o presidente Jair Bolsonaro anunciou a prorrogação do benefício, com o valor reduzido para R$ 300. A redução do valor foi criticada por políticos e especialistas da área econômica, gerando a campanha "600 Pelo Brasil" nas redes sociais, reunindo uma série de justificativas e maneiras técnicas de garantir a permanência do valor de R$ 600. 

+Auxílio Emergencial

Comentários

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson