Diário 24 Horas

Secretaria da Mulher desmente indicação de Flordelis à bancada feminina

'A Flordelis é titular da Secretaria da Mulher, como todas as outras deputadas. Ela não foi indicada e dificilmente isso ocorreria', explicou a deputada Professora Dorinha
'A Flordelis é titular da Secretaria da Mulher, como todas as outras deputadas. Ela não foi indicada e dificilmente isso ocorreria', explicou a deputada Professora Dorinha
PorMarcos Henderson

Ré pela morte do marido, pastor Anderson do Carmo, a deputada Flordelis (PSD) gerou uma nova polêmica nesta quarta-feira (3), já que o seu perfil no site da Câmara dos Deputados exibe a informação de que ela é titular da Secretaria da Mulher. No entanto, a coordenadora da bancada feminina e atual secretária, deputada Professora Dorinha, desmentiu a informação de que a parlamentar foi indicada ao cargo e reforçou que a escolha dos novos cargos só acontecerá no mês que vem.  

“Ela [Flordelis] nunca se colocou e nem é candidata quando formos realizar a eleição que deve ocorrer no final de março”, explicou Dorinha, lembrando que os cargos da Secretaria da Mulher não estão em disputa na eleição da Mesa Diretora da Câmara, prevista para esta quarta-feira. 

Diferentemente dos cargos da Mesa Diretora ou para o comando das comissões, a escolha para os cargos na Secretaria da Mulher acontece após um debate geral entre as deputadas, sem interferência de partidos. "A Flordelis é titular da Secretaria da Mulher, como todas as outras deputadas. Ela não foi indicada e dificilmente isso ocorreria. Nossa eleição [da bancada feminina] não é controlada pelos partidos, nem acontece neste momento”, insistiu Dorinha. 

De acordo com a assessoria de Flordelis, a parlamentar não tem interesse em assumir cargo na secretaria porque ela está focada no exercício do mandato e em sua defesa na Justiça. "Ela não foi convidada, ela não tem interesse, é uma questão normal todas as mulheres aparecem como sendo da secretaria", explicou o gabinete. 

O comunicado da assessoria também nega que Flordelis recebeu R$ 10 milhões em recursos orçamentários para apoiar a candidatura de Arthur Lira (PP-AL), o novo presidente da Câmara dos Deputados. A parlamentar participação da votação de tornozeleira e comemorou a vitória de Lira nas redes sociais. "Agora a Câmara terá voz", escreveu. 

+Política

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson