Diário 24 Horas

Quem é Daniel Silveira, deputado preso por ataques ao STF

Silveira posou com a placa de Marielle quebrada em 2018, invadiu escola, ameaçou manifestantes e é investigado por fake news
Silveira posou com a placa de Marielle quebrada em 2018, invadiu escola, ameaçou manifestantes e é investigado por fake news
PorMarcos Henderson

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) foi preso em flagrante pela Polícia Federal na noite da última terça-feira (16), após publicar vídeos ameaçando o Supremo Tribunal Federal (STF). Mas afinal, quem é Daniel Silveira?

Eleito nas eleições de 2018 como deputado federal no Rio de Janeiro, Daniel ganhou forte repercussão nacional após quebrar a placa com o nome da vereadora Marielle Franco, assassinada meses antes. Na ocasião, ele participava de um comício ao lado de Wilson Witzel (PSC-RJ), atualmente afastado do cargo de governador, e do atual deputado estadual Rodrigo Amorim (PSL-RJ). 

Em 2019, Silveira protagonizou outros episódios polêmicos, incluindo uma discussão com uma mulher na Universidade Estácio de Sá, em Petrópolis, em que vídeos mostram os dois cuspindo mutuamente e o deputado se referindo ao Psol como "partido de maconheiros, vagabundo e narcoterrorista". Alguns meses antes, ele também virou notícia ao entrar no colégio federal Pedro II para uma suposta vistoria surpresa, fazendo com que a reitoria chamasse a Polícia Federal para cuidar do assunto, pois não havia nenhuma autorização para a entrada do deputado. 

Em 2020, Silveira torceu para que os manifestantes contra o presidente Jair Bolsonaro fossem baleados à queima roupa por policiais. A caminho de um ato a favor do governo, ele gravou um vídeo afirmando que os manifestantes da oposição "vão pegar um 'polícia' zangado no meio da multidão, vão tomar um no meio da caixa do peito, e vão chamar a gente de truculento". "Eu estou torcendo pra isso. Quem sabe não seja eu o sortudo", completou.  

Por fim, o deputado federal é alvo dos inquéritos das fake news e é investigado no STF por convocação, organização e o financiamento de atos antidemocráticos. 

Comentários

O que você achou?
0GosteiGostei
0HahaHaha
0TristeTriste
1DetesteiDetestei
0AmeiAmei
0AffAff
Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson