Diário 24 Horas

Após férias polêmicas, Bolsonaro é internado com obstrução intestinal

O presidente citou a facada em 6 de setembro de 2018 como causadora principal da nova internação
O presidente citou a facada em 6 de setembro de 2018 como causadora principal da nova internação
Marcos Henderson
PorMarcos Henderson

O presidente Jair Bolsonaro interrompeu as férias em Santa Catarina para ser internado em um hospital de São Paulo, após sentir fortes dores abdominais. Horas após um comunicado emitido pela Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) que atestava a entrada do presidente no Hospital Nova Star, o boletim médico constatou o quadro de obstrução intestinal. 

"O Hospital Vila Nova Star informa que o Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, deu entrada na unidade na madrugada desta segunda-feira, devido a um quadro de suboclusão intestinal. Ele está estável, em tratamento e será reavaliado ao longo desta manhã pela equipe do Dr. Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo. No momento, sem previsão de alta", disse o hospital em nota. 

Amplamente criticado após ser visto passeando e se divertindo em Santa Catarina enquanto milhares de famílias ficavam desabrigadas devido à forte chuva na Bahia, entre outras demandas diárias urgentes que dificilmente saem de pauta e necessitavam de atenção do presidente, que utilizou as redes sociais para publicar uma foto no hospital. 

"Comecei a passar mal após o almoço de domingo. Cheguei ao hospital às 03h00 de hoje. Me colocaram sonda nasogástrica. Mais exames serão feitos para possível cirurgia de obstrução interna na região abdominal", disse o presidente, que ainda citou o episódio da facada em 6 de setembro de 2018 como causadora da internação. 

ComentáriosO que você achou?
Política
Últimas