Diário 24 Horas

Beyoncé removerá letra ofensiva de 'Renaissance' após uso de termo capacitista

A palavra "spaz" durante um verso de "Heated" deixou ouvintes bastante desconfortáveis e causou discussões na web.

Além da polêmica com o termo, Beyoncé foi acusada de samplear 'Milkshake', música de 2003 da cantora Kelis. Foto: Reprodução/Instagram
Além da polêmica com o termo, Beyoncé foi acusada de samplear 'Milkshake', música de 2003 da cantora Kelis. Foto: Reprodução/Instagram
Carol Souza
PorCarol Souza

Lançado na última quinta (29), "Renaissance",  sétimo álbum de estúdio de Beyoncé, foi além de muito aguardado, aclamado quando chegou ao público, porém um termo usado pela diva na letra de "Heated" causou desconforto aos fãs e banstante discussões nas redes pois o termo foi apontado como capacitista.

Os versos de "Heated" incluem a palavra "spaz". O trecho cantado por Beyoncé diz "Spazzin' on that ass, spazz on that ass". Na área médica, "espástico" refere-se a uma deficiência que torna difícil para as pessoas controlarem seus músculos, especialmente em seus braços e pernas, já no dicionário de Cambridge lê-se como definição do termo "uma maneira ofensiva de dizer 'uma pessoa estúpida'" e "abreviação de 'espástico', uma forma ofensiva de se referir a alguém que tem paralisia cerebral, uma condição do corpo que dificulta o controle dos músculos".

Após a polêmica, um comunicado da equipe de Beyoncé confirmou que a letra será removida: "A palavra, não usada intencionalmente de maneira prejudicial, será substituída".

Após a polêmica a escritora Hannah Diviney ecreveu um ensaio no jornal The Guardian onde critica a letra da canção: "O compromisso de Beyoncé em contar histórias musical e visualmente é incomparável, assim como seu poder de fazer o mundo prestar atenção às narrativas, lutas e vivências matizadas de ser uma mulher negra... Mas isso não justifica o uso de uma linguagem capacitista".

A decisão de Beyoncé faz eco à uma decisão semelhante de Lizzo há algum tempo atrás, quando a cantor usou o mesmo termo em "Grrrls", faixa de seu último álbum, "Special". Na faixa original, Lizzo canta: "Segure minha bolsa, vadia, segure minha bolsa/ Você vê essa merda? Eu vou ter um espasmo". Na letra adaptada, o último trecho foi substituído por "Me segura"

À época, Lizzo comentou a polêmica em suas redes sociais se justificando: "Vamos deixar uma coisa clara: eu nunca quero promover uma linguagem depreciativa", acrescentando ainda que se sentia "orgulhosa" por ter tomado as medidas para "ouvir e agir".

"Renaissance" parece estar envolto tanto em aclamação quanto em polêmicas. Além da letra controversa, Beyoncé precisou lidar com o vazamento online da obra dois dias antes de sua data oficial de lançamento e com este vazamento, a diva teve de ouvir críticas repetidas da cantora Kelis, que acusou Beyoncé de samplear sua música de 2003 "Milkshake", sem pedido de autorização prévio. "Não é uma colaboração, é um roubo", disse Kelis.

Apesar da acusação, vale lembrar que Kelis não é creditada como compositora da faixa, deste modo é bastante improvável que a equipe de Beyoncé tenha sido contratualmente obrigada a informar Kelis sobre o sample. De qualquer forma, essa história parece longe de acabar.

ComentáriosO que você achou?
Música
Últimas