Empresário humilha candidata no Linkedin e pede desculpas após ser 'cancelado'

O CEO de uma startup utilizou a rede social para reclamar de uma candidata de emprego que não aceitou ser entrevista no domingo
O CEO de uma startup utilizou a rede social para reclamar de uma candidata de emprego que não aceitou ser entrevista no domingo
PorMarcos Henderson28/09/2020 11h55

Em meio à pandemia de Covid-19, um dos maiores percalços da população mundial gira em torno das expectativas de emprego, sobretudo com o aumento repentino das demissões em massa e diminuição de vagas no mercado de trabalho. Para o empresário Diego Ortiz, quem estiver interessado em emprego, deve busca-lo de qualquer forma. 

Em uma publicação no Linkedin, ele relata o caso de uma candidata que buscava uma das vagas de sua startup, descrevendo a situação com um tom de revolta por ela não ter aceitado conceder uma entrevista ao domingo. "Perguntei a uma candidata de uma vaga nossa se ela estaria livre domingo para uma entrevista pelo telefone", inicia Diego. 'Desculpe, não faço entrevistas final de semana. Eu os reservo para relaxar. Pode ser segunda-feira?", teria respondido a candidata. 

"Respondi: 'Desculpe, não faço entrevistas dias de semana. Eu os utilizo para trabalhar. Mas agradeço o seu interesse. Boa sorte!", relatou o empresário, que, então, mandou a "lição":

"Eu não sei quem foi o guru multimilionário que recomendou que as pessoas reservassem 2/7 dos seus dias para não se dedicarem ao seu crescimento pessoal e profissional. Se você pode se dar o prazer de negar emprego em pura pandemia, melhor realmente deixá-lo para alguém que o queira e precise - até esse alguém ser você", destacou Diego, aparentemente revoltado com a resposta negativa da candidata. 

O post chamou atenção dos usuários e entrou rapidamente para a lista de assuntos do momento no Twitter, reunindo milhares de internautas revoltados com a mentalidade empresarial que alcança cada vez mais adeptos. Isso não quer dizer, por exemplo, que o CEO está errado em reclamar da resposta negativa para a entrevista no domingo, mas o discurso que ele prega reúne uma série de fatores preocupantes às relações de trabalho, sobretudo em um período da história em que, de fato, os interessados em emprego farão o que for preciso pra conquista-lo, mesmo que abdique de seus momentos únicos de lazer.

Ao perceber o "cancelamento", o executivo apagou a publicação original e pediu desculpas pelo ocorrido. "Cometi um erro que acredito que alguns fundadores cometem: esqueci de onde vim, e esqueci que não posso esperar das pessoas o que espero de mim mesmo", disse o empresário no pedido de desculpas, novamente colocando-se em uma situação de superioridade. "E foi difícil, mesmo que só por algumas horas, admitir que errei", concluiu. 

Gostei
Haha
Triste
Detestei
Amei
Aff
Gostei
Comentar

+Emprego

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson