Marcos Pontes defende nitazoxanida contra Covid-19 com gráfico do Shutterstock

Após uma série de críticas, o ministro afirmou que o gráfico utilizado pelo governo era 'meramente ilustrativo'
Após uma série de críticas, o ministro afirmou que o gráfico utilizado pelo governo era 'meramente ilustrativo'
PorMarcos Henderson20/10/2020 16h53

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes, defendeu a eficácia do medicamento nitazoxanida no tratamento da Covid-19, informando uma suposta capacidade de reduzir em até 95% a carga viral em pacientes que iniciarem o uso do medicamento em fase precoce da doença. Ele chegou a citar estudos do Laboratório Nacional de Biociências, mas não mostrou nenhum resultado específico, limitando-se a seguir as informações mostradas em um gráfico genérico disponível no banco de imagens Shutterstock.

Na noite da última segunda-feira (19), após uma série de questionamentos e críticas relacionadas à apresentação do governo Bolsonaro, Pontes afirmou que o gráfico apresentado pela pasta era "meramente ilustrativo". "Enquanto isso, se contrairem Covid, lembrem-se da conclusão dos estudos apresentada hoje. Isso é o importante", disse o ministro em uma rede social. 

Veja o gráfico apresentado pelo governo:

Gráfico apresentado pelo governo atestava alta eficácia da nitazoxanida no tratamento de Covid-19
Gráfico apresentado pelo governo atestava alta eficácia da nitazoxanida no tratamento de Covid-19
Gráfico apresentado pelo governo atestava alta eficácia da nitazoxanida no tratamento de Covid-19

Agora veja o gráfico disponível no site Shutterstock:

O mesmo gráfico está disponível no site Shutterstock.
O mesmo gráfico está disponível no site Shutterstock.
O mesmo gráfico está disponível no site Shutterstock.

A pergunta que fica é: como e por que o governo decidiu utilizar um gráfico genérico de um banco de imagens para ilustrar a suposta eficácia de um medicamento no tratamento do novo coronavírus, sem ao menos apresentar os dados numéricos obtidos pelos estudos mencionados por Pontes, que chegou a dizer que mais de dois mil medicamentos foram testados. 

Nenhum detalhe foi apresentado além das informações que constatam a eficácia da nitazoxanida nos testes clínicos. Não há publicação em revistas científicas, nem provas de que o resultado é positivo. Apesar disso, bolsonaristas aceitaram a notícia e reclamam compulsivamente dos opositores nas redes sociais, afirmando que "esquerdistas vão dizimar a população" ou que "os militantes se recusam a aceitar a verdade", como pôde ser observado em alguns comentários aleatórios dos usuários que se autodenominam conservadores de direita, no Twitter. 

2
Gostei
Haha
Triste
Detestei
Amei
Aff
Gostei
Comentar

+Coronavírus

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson