Diário 24 Horas

Incêndio na Índia atinge Instituto Serum, que fabrica vacina de Oxford

Funcionários precisaram ser evacuados com urgência, mas pelo menos cinco pessoas foram encontradas mortas
Funcionários precisaram ser evacuados com urgência, mas pelo menos cinco pessoas foram encontradas mortas
PorMarcos Henderson

Pelo menos cinco pessoas morreram depois que um incêndio atingiu a sede do Instituto Serum, localizado em Manjari, Pune, na Índia. Apesar da tragédia, o CEO da empresa, Adar Poonawalla, esclareceu que o incêndio não afetaria a produção das vacinas com tecnologia da AstraZeneca e da Universidade de Oxford, pois o setor onde as doses são fabricadas não foi atingido. 

A equipe de bombeiros encontrou corpos de cinco pessoas, incluindo uma mulher, depois que o incêndio foi controlado. “É uma pena que cinco pessoas perderam a vida no incêndio. Mais fatos são aguardados ”, disse o prefeito de Pune, Murlidhar Mohol.

Um oficial da brigada de incêndio disse que o fogo foi registrado no quinto andar de um novo prédio no campus de Manjari. “De acordo com nosso conhecimento, o prédio não está diretamente conectado à fabricação da vacina”, disse ele, seguido pelo chefe dos bombeiros Prashant Ranpise, que confirmou o resgate de pelo menos nove pessoas que estavam presas no interior do prédio. 

Poonawalla também prestou condolências. Em um tweet, ele disse: “Acabamos de receber algumas atualizações preocupantes; após uma investigação mais aprofundada, soubemos que infelizmente houve algumas perdas de vidas no incidente. Estamos profundamente tristes e oferecemos nossas mais profundas condolências aos familiares dos falecidos”.

Vivek Pradhan, gerente da fábrica do Instituto Serum, disse que o terceiro andar onde o incêndio começou era um laboratório de rotavírus. “Não há estoque de vacina. As obras de instalação elétrica e tubagem continuavam e três a quatro pessoas da empreiteira ficaram presas no terraço e foram resgatadas pelos bombeiros”, disse.

Ranpise acrescentou que a enorme quantidade de fumaça dificulta o trabalho de localização e controle do foco de incêndio. "Implementamos um total de 10 tendas de incêndio, um elevador hidráulico e outros equipamentos”, explicou. 

+Coronavírus

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson