Ainda solto, DJ Ivis é boicotado por rádios, streaming, gravadoras e famosos

Apesar da lentidão do caso na Justiça, agentes da comunidade empresarial artística promovem boicote generalizado ao DJ
Apesar da lentidão do caso na Justiça, agentes da comunidade empresarial artística promovem boicote generalizado ao DJ
PorMarcos Henderson

Os tribunais brasileiros não parecem muito interessados em resolver com rapidez o caso de violência explícita do DJ Ivis contra a ex-esposa, Pamella Holanda. Paralelamente às medidas legais, outros agentes estão ajudando a encerrar de uma vez por todas a carreira do artista, que aparece espancando a mulher em vídeo divulgado nas redes sociais. Rádios, Plataformas de Streaming, gravadoras e uma legião de famosos estão promovendo um grande boicote aos lançamentos musicais e às relações do paraibano. 

A primeira manifestação relevante veio de Xand Avião, que anunciou o fim do contrato entre Ivis e a produtora Vybbe, que gerencia a carreira do DJ. "Como todo mundo sabe, o DJ faz parte da Vybbe, mas infelizmente não tem como ele continuar na nossa empresa”, disse Xand logo após a divulgação das fortes imagens. 

Pouco depois, a Sony Music Brasil também afirmou que iniciou o processo de reavaliação da parceria para rompimento do contrato. "No momento, estamos revisando nossa relação com o artista”, afirmou a companhia, sem especificar se encerraria o contrato. 

Leia também: Juliette rebate comentário xenofóbico de Antônia Fontenelle sobre DJ Ivis

O filho de Leonardo, Zé Felipe, também se manifestou sobre o caso, afirmando que não era amigo de Ivis e que preferia fazer uma nova versão da música "Galega" sem a participação do DJ ou apresentar uma nova música aos fãs. Ganhou a segunda opção, já que ele anunciou a chegada de "Senta Danada", com Os Barões da Pisadinha. 

A gravadora de Zé Felipe, Som Livre, também emitiu um pronunciamento sobre o caso, afirmando que repudia qualquer ato de violência e que suspenderia todos os lançamentos das faixas que tinham participação do DJ Ivis. 

Leia mais: Confira a repercussão dos famosos à agressão de DJ Ivis

Plataformas de streaming como Deezer e Spotify também começaram a remover canções com participação ou autoria de Ivis, acabando com o destaque editorial do artista nas playlists de sucesso das plataformas. A mesma atitude está sendo tomada por emissoras de rádio, que eliminam gradativamente a inclusão do material do DJ nas programações diárias. 

Comentários

O que você achou?
0GosteiGostei
0HahaHaha
0TristeTriste
0DetesteiDetestei
0AmeiAmei
0AffAff