Diário 24 Horas

Projeto de Lei pode garantir que o Enem e outros vestibulares sejam adiados

Projeto de lei entra em pauta no Senado nesta terça-feira, 19.
Projeto de lei entra em pauta no Senado nesta terça-feira, 19.
PorMarcos Henderson

A manutenção do cronograma original do Enem 2020 pegou muita gente de surpresa e continua rendendo discussões entre estudantes de todo o país, sobretudo daqueles que não têm as melhores condições para uma rotina de estudos em casa, seja pela dificuldade de acesso à internet, a necessidade de ensino presencial e vários outros fatores que distanciam, e muito, os concorrentes às vagas nas universidades. Exatamente por isso a senadora Daniella Ribeiro (PP-PB) criou o projeto de lei nº 1.277, que prevê a prorrogação de "provas, exames e demais atividades para o acesso ao ensino superior". 

A votação pode acontecer nesta terça-feira (19) pelo Senado e poderá definir o futuro dos estudantes brasileiros, que seguem preocupados com a situação, exceto, é claro, aqueles que desfrutam das vantagens como forma de "largar na frente". Se aprovado, o projeto poderá ceder uma margem mais segura para que os estudantes possam se preparar de forma igualitária para os exames e cairá como um banho de água fria para o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que na última segunda-feira (18) reafirmou a permanência da aplicação do Enem para novembro. 

Em entrevista à TV Senado na última semana, Ribeiro já havia argumentado sobre a necessidade de adiamento dos exames de vestibular, garantindo que a alteração no calendário não surtiria efeitos negativos aos calendários acadêmicos das universidades e, principalmente, "não aprofunda ainda mais os abismos sociais", como ela disse em publicação no Instagram, nesta terça-feira.

"40% dos jovens não têm internet. Desses 40%, 30% são oriundos da zona rural. Mesmo quando tem acesso, tem que cuidar do irmãozinho que está em casa, do idoso, da barulheira que está dentro de casa, porque tá todo mundo em casa, então essa é a nossa realidade hoje", disse a senadora à TV Senado, reafirmando a realidade que o MEC, sob comando de Abraham Weintraub, e o Inep, liderado por Alexandre Lopes, insistem em ignorar. 

Comentários

O que você achou?
0GosteiGostei
0HahaHaha
0TristeTriste
0DetesteiDetestei
0AmeiAmei
0AffAff
Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson