Sara Winter chora e reclama de Bolsonaro em vídeo

Ativista de direita se declara decepcionada com a falta de apoio de Bolsonaro e Damares Alves
Ativista de direita se declara decepcionada com a falta de apoio de Bolsonaro e Damares Alves
PorMarcos Henderson05/10/2020 12h15

A ativista Sara Winter decidiu expor seu descontentamento com o presidente Jair Bolsonaro e a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, em um vídeo emblemático que mostra a dificuldade dos próprios conservadores extremistas em continuar apoiando o símbolo que tanto defenderam durante as eleições presidenciais em 2018.

Revoltada, Winter entra na lista dos arrependidos, talvez como uma tentativa desesperada de iniciar um projeto de afastamento dos alvos investigativos gerados pelas proximidades com o presidente, cuja família amplia gradativamente os riscos de derrota nos inquéritos em andamento.

"Tem horas que eu só queria gritar e gritar e gritar para alguém me ajudar, mas não existe esse alguém. Eu vou ter que levantar e resolver os meus problemas. E não tem Bolsonaro para ajudar e não tem Damares para ajudar”, reclama Winter em um dos vídeos. “Eu me sinto abandonada institucionalmente. Ministério da Justiça, nada. Ministério dos Direitos Humanos, nada. O próprio presidente da República, nada, não fez sequer uma ligação”, afirmou a ativista, mencionando o período em que foi presa. 

Logo após expor seu descontentamento, Winter passou a ser atacada por bolsonaristas ainda fiéis, que se juntavam em comentários agressivos, ameaças, e os já conhecidos apelos referentes ao comunismo, apontando a ativista de direita como uma nova apoiadora de Lula e até mesmo sugerindo sua aproximação ao PT. "Não reconheço Bolsonaro. Não sei mais quem ele é. O homem que eu decidi entregar meu destino e vida para proteger um legado conservador", encerrou Winter em seu desabafo.

Assista ao desabafo de Sara Winter:

Gostei
Haha
Triste
Detestei
Amei
Aff
Gostei
Comentar

+Política

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson