Diário 24 Horas

Saiba como assistir à eleição para presidente da Câmara dos Deputados ao vivo

Baleia Rossi e Arthur Lira são os principais concorrentes ao cargo de presidente da Câmara
Baleia Rossi e Arthur Lira são os principais concorrentes ao cargo de presidente da Câmara
PorMarcos Henderson

A Câmara dos Deputados realiza nesta segunda-feira (1º) a eleição para definir o presidente que comandará a casa até 2022. A sessão será conjunta entre a Câmara e o Senado Federal, para a composição da nova Mesa Diretora, e será realizada de forma presencial e secreta. 

Onde assistir?

A sessão será transmitida pela TV Câmara e TV Senado, além dos canais da Câmara dos Deputados e do Senado Federal no YouTube. Na Câmara, a eleição começa às 19h. No Senado, a eleição começa com reunião preparatória às 14h. 

Principais candidatos

Na Câmara dos Deputados, estão na disputa: Arthur Lira (PP-AL), Baleia Rossi (MDB-SP), Marcel Van Hattem (Novo-RS), Luiza Erundina (Psol-SP), André Janones (Avante-MG), Alexandre Frota (PSDB-SP), General Peternelli (PSL-SP) e Fábio Ramalho (MDB-MG).

A principal cadeira do Senado está sendo disputada por: Simone Tebet (MDB-MS), Rodrigo Pacheco (DEM-MG), Major Olimpio (PSL-SP), Jorge Kajuru (Cidadania-GO) e Lasier Martins (Podemos)

Vitória de Arthur Lira pode impossibilitar Impeachment de Bolsonaro

O peso desta eleição mobiliza milhares de brasileiros nesta segunda-feira, já que a vitória de Arthur Lira pode significar a impossibilidade de abertura do processo de Impeachment do presidente da República, Jair Bolsonaro. Lira tem o apoio do PSL, PP, PL, PSD, Republicanos, PSC, Avante, Patriota, PTB e Pros, enquanto Rossi tem apoio do PT, MDB, PSDB, PSB, PCdoB, Rede, PV, Solidariedade, Cidadania e PDT. 

Além da presidência da Câmara, a Mesa Diretora também é composta de outros dez cargos, que incluem vice-presidente vagas de vice-presidente e secretário. 

Mesmo com a pandemia, Lira garantiu que a votação fosse totalmente presencial, com o discurso de que um processo híbrido (com parlamentares do grupo de risco votando de forma remota) eliminaria a segurança do sigilo de voto. Rossi havia sugerido o modelo híbrido. 

+Política

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson