Novo CEO do TikTok, Kevin Mayer, rompe silêncio sobre saída da Disney

Executivo traça contrastes da empresa chinesa com outros gigantes do mercado
Executivo traça contrastes da empresa chinesa com outros gigantes do mercado
PorMarcos Henderson26/06/2020 14h41

Kevin Mayer trocou a Disney pelo TikTok, e está muito animado por liderar o serviço de vídeos cuja missão, segundo ele, é espalhar "alegria e criatividade". Mayer anunciou no mês passado sua saída da Disney, onde liderou os segmentos Direct-to-Consumer e International, para se tornar CEO da empresa chinesa. Sua partida não surpreendeu os observadores da Disney, mas sua chegada ao TikTok foi, no mínimo, inesperada.

"Eu estava fazendo ótimas coisas na Disney", disse Mayer em discurso para um webinário liderado pelo fundador/CEO da Creatv Media, Peter Csathy. "Chega um momento na carreira de alguém em que você precisa fazer uma escolha", disparou o empresário, que também revelou sentir um carinho enorme pela Disney, onde trabalhou por mais de 20 anos em dois mandatos diferentes e, mais recentemente, supervisionou o lançamento do Disney Plus. Com relação à saída do conglomerado de mídia, o homem de 58 anos disse: "Parecia o momento certo - não estou ficando mais jovem."

Segundo Mayer, a oportunidade de ingressar na ByteDance - a empresa mais rápida a atingir US$ 15 bilhões em receita em comparação com qualquer outra empresa da história, afirmou ele - era uma chance única de não deixar passar. "Não existem muitas empresas como ByteDance e TikTok", disse. Além de atuar como executivo-chefe da TikTok, Mayer é COO da ByteDance, com sede em Pequim. Talvez um pouco exagerado, Mayer disse que o TikTok realmente tem "semelhanças com a Disney": em um nível muito alto, a estratégia para ambas as empresas é fornecer conteúdo com a maior precisão possível para os consumidores interessados.

O Disney Plus tem 8.000 peças de conteúdo, segundo Mayer. No TikTok, “aqui temos usuários criando milhões e milhões de partes de conteúdo”, e a plataforma TikTok oferece isso de maneira direcionada “com extrema precisão e é muito robusta - isso é algo muito legal que não existe em nenhum outro lugar.” Mayer fez um contraste dos negócios da TikTok com os de outras empresas de mídia social e vídeo como Facebook, YouTube ou Snapchat: "A missão do TikiTok é diferente. É para engendrar a criatividade de seus usuários e associar esse criador ao público preciso que eles devem alcançar com base na inteligência artificial".

+Disney

Comentários

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson