Bolsonaro indica novo diretor-geral da PF e faz posse relâmpago de portas fechadas

Na cerimônia de posse estiveram presentes o Ministro da Justiça, André Mendonça, o Presidente Jair Bolsonaro, Rolando Souza e o Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo
Na cerimônia de posse estiveram presentes o Ministro da Justiça, André Mendonça, o Presidente Jair Bolsonaro, Rolando Souza e o Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) falou ontem à tarde que hoje pela manhã indicaria o novo diretor-geral da Polícia Federal e assim o fez. Alegando estar “chegando no limite” e não aceitar mais interferências, o presidente nomeou Rolando Alexandre de Souza para o cargo. Rolando era o braço direito de Alexandre Ramagem na ABIN.

A nomeação saiu em uma edição extra do Diário Oficial da União desta segunda-feira (4) e, uma hora depois, ocorreu a posse a portas fechadas em Brasília, quando foi informado que o presidente já havia assinado o termo de posse do novo diretor-geral da PF, em seu gabinete, no terceiro andar do Planalto, sem cobertura da imprensa.

Rolando Souza é delegado da Polícia Federal, atuou como secretário de Planejamento e Gestão na Agência Brasileira de Inteligência (Abin) desde setembro de 2019. O cargo na ABIN foi alcançado por indicação de Alexandre Ramagem.

Desde a exoneração de Maurício Valeixo do cargo de diretor-geral e da demissão de Sério Moro do Ministério da Justiça, muita tensão está no entorno da Polícia Federal. A suspensão da nomeação de Alexandre Ramagem pelo ministro do STF, Alexandre de Moraes, colocou em pauta a atuação política de Bolsonaro na diretoria-geral da Polícia Federal.

Um dos primeiros atos após a nomeação de Rolando Souza foi a troca do comando da superintendência da corporação no Rio de Janeiro, local estratégico e de interesse do presidente e seus filhos. O superintendente Carlos Henrique Oliveira foi convidado por Souza para ser o diretor executivo da PF. Assim sendo, Oliveira deixa a chefia do Rio para assumir o posto n° 2 da Polícia Federal.

O presidente Jair Bolsonaro também foi as suas redes sociais apresentar o DOU contendo a nomeação de Souza.

Comentários

Bolsonaro

Mais Notícias