Quem é Renato Feder? Sócio da Multilaser será Ministro da Educação

Empresário é secretário de Educação e Esporte do Paraná e divide o comando da Multilaser com Alexandre Ostrowiecki. Foto: Reprodução Facebook
Empresário é secretário de Educação e Esporte do Paraná e divide o comando da Multilaser com Alexandre Ostrowiecki. Foto: Reprodução Facebook
PorMarcos Henderson03/07/2020 11h58

Com a saída de Abraham Weintraub do Ministério da Educação, coube ao presidente Jair Bolsonaro escolher o substituto, e, muito provavelmente, Renato Feder será anunciado como novo ministro da Educação no decorrer desta sexta-feira (3). Mas a pergunta que fica para muitos é: "Quem é Renato Feder?" O secretário de Educação e Esporte do Paraná é empresário, sócio da Multilaser ao lado do CEO Alexandre Ostrowiecki, e possui grande proximidade com o chamado Centrão, uma das principais miras de Bolsonaro na corrida contra o Impeachment.

Apesar de também ser próximo de João Dória, uma das mais recentes desavenças políticas do presidente, Feder está conectado a pontos vantajosos para o presidente, sobretudo pelo apoio do governador do Paraná, Ratinho Júnior, do PSD, partido que garantiu a Bolsonaro um crescimento na base mínima de apoio no Congresso nos últimos meses. 

O novo ministro é graduado em administração pela Fundação Getúlio Vargas e possui mestrado em economia pela Universidade de São Paulo (USP). Sua carreira no ramo educativo não é recente, já que dedicou 10 anos ao ensino de matemática em escolas, além de ter conquistado o título de diretor em algumas instituições. 

Em 2016, Feder e seu sócio na Multilaser foram denunciados pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), através da Coordenadoria de Combate à Sonegação Fiscal (Coesf), por sonegação fiscal de R$ 3,2 milhões em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

A investigação de fraude segue ativa no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), em fase de tramitação e em sigilo. A lei nº 8.137/90 prevê como crime "deixar de recolher, no prazo legal, valor de tributo ou de contribuição social, descontado ou cobrado, na qualidade de sujeito passivo de obrigação e que deveria recolher aos cofres públicos."

Ainda na época da saída de Weintraub, Feder foi questionado pela imprensa sobre a possibilidade de assumir o Ministério da Educação, e o empresário foi enfático ao dizer que aceitaria o convite de Jair Bolsonaro. 

+Ministério da Educação

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson